Plantão Policial

Rebelião em Alcaçuz deixa 27 mortos, diz governo

Foto: Divulgação / PM

A rebelião controlada na manhã de hoje (15), no Presídio de Alcaçuz, resultou na morte de 27 detentos. O número foi confirmado pelo secretário de Segurança e Defesa Social do RN, Caio César Bezerra.

Outros nove detentos ficaram feridos durante a rebelião e foram encaminhados ao Pronto Socorro Clóvis Sarinho, onde permanecem em atendimento. De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital Walfredo Gurgel, eles não correm risco de morte.

O motim teve início no final da tarde desse sábado (14) e durou cerca de 14 horas, encerrando após a entrada da Polícia Militar na unidade prisional.

O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) disponibilizou um caminhão com câmara frigorífica para acondicionar os corpos. Uma estrutura foi montada em frente ao prédio onde funciona a sede do Itep para receber os familiares dos presidiários assassinados.

O secretário de Justiça e da Cidadania, Wallber Virgolino, informou que seis pessoas já foram identificadas como líderes da rebelião e elas deverão ser transferidas para outras unidades.

Penitenciária

Alcaçuz fica em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal, e é o maior presídio do estado. A penitenciária possui capacidade para 620 detentos, mas abriga cerca de 1.150 presos, segundo a Sejuc, órgão responsável pelo sistema prisional do RN.

Atualização

Após diligências, a Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) contabilizou 26 mortos. Uma vítima havia sido computada duas vezes.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.