Foto: Wikimedia Commons

(ANSA) – Após semanas de especulações, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, confirmou nesta segunda-feira (4) a demissão do treinador Rafa Benítez e a contratação do ex-craque Zinédine Zidane para o seu lugar.

Madridista de coração, Benítez vinha sendo questionado há tempos, mas o golpe de misericórdia no seu trabalho foi o empate por 2 a 2 com o Valência no último domingo (3). Atualmente, o clube merengue ocupa a terceira posição no Campeonato Espanhol, dois pontos atrás do Barcelona, que tem um jogo a menos, e a quatro de distância para o líder Atlético de Madrid.

Além disso, o técnico enfrentava resistência por parte da principal estrela do time, o português Cristiano Ronaldo, que preferia o antecessor de Benítez, Carlo Ancelotti. Já Zidane, carrasco do Brasil em duas Copas do Mundo, trabalhou como assistente do italiano no próprio Real Madrid e treinava a equipe B do clube merengue.

“Colocarei todo o coração para fazer tudo dar certo. Temos o melhor time do mundo, devemos fazer o melhor possível e, ao fim da temporada, vencer”, declarou o ex-craque francês, sem conseguir esconder a emoção.

Como jogador, o ex-meio-campista defendeu o Real Madrid entre 2001 e 2006, vencendo uma Liga dos Campeões da Uefa (2002), um Mundial de Clubes (2002), uma Supercopa da Europa (2002), um Campeonato Espanhol (2003) e duas Supercopas da Espanha (2001 e 2003).

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.