Qual é o melhor cartão de crédito?

Na Nova York de 1950,  um grupo de executivos passou por uma situação, no mínimo, embaraçosa:  No fim de uma refeição, perceberam que não tinham dinheiro nem cheque para pagar a conta do restaurante.  Dentre esses executivos, estava Frank MacNamara, aquele que viria a ser o criador do dinheiro dos que “esquecem o dinheiro”: o cartão de crédito.

Atualmente, o cartão de crédito não tem como função exclusiva substituir o dinheiro esquecido, mas tem, principalmente, a de proporcionar a compra de produtos e serviços que não podem ser pagos a vista pelo comprador. Segundo pesquisa do SPC Brasil, divulgada em Junho de 2016, apenas 29,9% dos brasileiros não possuem cartão de crédito.

São muitas as bandeiras e operadoras de cartões de crédito no Brasil. Mas, qual é o melhor? Depende. Segundo especialistas, a escolha do cartão de crédito vai depender de quais são os desejos e renda mensal de cada pessoa. Abaixo, temos quatro pontos importantes para saber fazer a escolha certa ou perceber se você está realmente com a opção mais adequada:

Taxa de juros

No caso do cartão de crédito, atrasos ou pagamentos menores que o total em dívida (pagar o mínimo da fatura) sofrem ajustes seguindo as taxas de juros.  Segundo dados divulgados pelo Banco Central (BC) no dia 27 de julho de 2017, a taxa de juros rotativa (para aqueles que pagam o mínimo) caiu em relação a maio, porém a taxa de juros para os atrasados subiu. Esse balanço feito pelo BC é uma média em relação a todas as opções de cartão existentes, por isso é importante ter em mente que quanto menor a taxa de juros, menos se paga em caso de atraso ou pagamento de mínimo.

Sobre o conhecimentos das taxas de juros, uma pesquisa feita pela SPC Brasil, em 2012, mostrou que 85% das pessoas que utilizavam o cartão de crédito no Brasil não sabiam as taxas de juros que são submetidas. 

Anuidade

Outro ponto importante para prestar atenção  no momento de escolha do cartão de crédito é a anuidade, que nada mais é que uma taxa paga a cada ano pela contratação do serviço de crédito. É importante saber que alguns cartões são oferecidos sem anuidade.

Limite

Existe uma expressão popular que é “olho maior que a barriga”, ou seja, desejar mais do que precisa. Isso também acontece com o dinheiro. Muitas vezes, diante de um limite de crédito elevado, as pessoas se descontrolam. Por isso, é importante ter em mente que o cartão de crédito não deve ser motivo para você gastar muito mais do que tem ou poderá ter.

Benefícios 

Atualmente, são vários os benefícios que o cartão de crédito pode proporcionar: Clube de vantagens, sistema de milhagens, sistema de pontuação,… etc. A escolha do cartão também precisa considerar quais benefícios são mais próximos do seu estilo de vida. Se você gosta de viajar, talvez um cartão que tenha sistema de milhagem seja mais interessante, por exemplo.

A PROTESTE – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, uma entidade sem fins lucrativos, possui um teste comparativo para saber  qual opção de cartão de crédito, oferecida por bancos e financiadoras, que mais se adequa às suas necessidades: Faça o teste clicando aqui.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!