Proposta orçamentária de 2016 apresenta deficit de R$ 30,5 bilhões, diz relator

(Agência Câmara Notícias) – O relator da proposta orçamentaria de 2016, deputado Ricardo Barros (PP-PR), disse há pouco que o projeto que o governo entregou hoje ao Congresso apresenta um deficit primário de R$ 30,5 bilhões, o equivalente a 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB) previsto na proposta.

O deficit é resultado de uma receita líquida da União de R$ 1,180 trilhão frente a uma despesa (entre obrigatória e discricionária) de R$ 1,210 trilhão. Para 2015, o governo trabalha com um superavit primário de R$ 5,8 bilhões.

Barros informou que, a partir de agora, os deputados e senadores deverão definir como equilibrar a proposta orçamentária. Ele afirmou que não é bom para o País que o projeto saia do Congresso com deficit. “Queremos que ele saia daqui realista. Não vamos maquiar”, disse Barros.

Ele participou, há pouco, da entrega da proposta orçamentária ao presidente do Senado, Renan Calheiros. O projeto foi trazido pelos ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e do Planejamento, Nelson Barbosa.

Projeção econômica
A proposta entregue nesta segunda ao Congresso estima para 2016 um crescimento de apenas 0,2% do PIB. A inflação (IPCA) foi projetada em 5,4%. Já o salário mínimo ficou em R$ 865,5. O valor é 9,8% superior, em termos nominais, ao vigente (R$ 788).

O reajuste do salário mínimo é definido por uma lei (13.152/15) e leva em conta a variação do INPC em 2015, acrescida da variação do PIB em 2014. Para este ano, o governo projetou crescimento de -1,8% do PIB e inflação de 9,25% (IPCA).

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!