Projeto seleciona universitários para viver experiência como diplomata

Projeto seleciona universitários para viver experiência como diplomata

Projeto seleciona universitários para viver experiência como diplomata

Seleção é para estudantes de qualquer estado brasileiro cursando a partir do 2º ano de graduação

Rafael Nicácio agosto 13, 2021 Educação

Estão abertas as inscrições para o programa de monitores do projeto MONUEM-ERESP para o segundo semestre de 2021, que seleciona estudantes universitários para levar o conceito de Modelo de Nações Unidas para as escolas da rede pública.

Os estudantes selecionados deverão dar aulas sobre o sistema internacional, o funcionamento da ONU e outros assuntos relacionados. A atividade contará como horas complementares demandadas pelas universidades e será acompanhada por uma coordenadora acadêmica e uma professora especialista em relações internacionais, para auxiliar na programação de cada uma das tarefas e na didática em sala de aula.

O programa tem como propósito estimular a reflexão sobre temas da agenda internacional, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável postulados pelas Nações Unidas, além de desenvolver habilidades socioemocionais, técnicas de negociação e resolução de conflitos.

Para participar é preciso cursar a partir do 2° ano dos cursos de Relações Internacionais, Administração Pública, Economia, Direito ou áreas correlatas de qualquer instituição brasileira. O pré-requisito para seleção é ter familiaridade com Modelos de Nações Unidas.

As inscrições podem ser feitas até 31 de agosto de 2021. O candidato precisa acessar a página do MONUEM – ERESP e enviar e- mail para projetos@globalattitude.org.br, com o título “Monitor(a) Voluntário”. É necessário redigir no corpo do e-mail um parágrafo com a motivação para participar do projeto e incluir um currículo como documento anexo.

Sobre o programa

O projeto MONUEM é concebido pelo Escritório de Representação do Ministério das Relações Exteriores em São Paulo (ERESP), cujo objetivo é proporcionar a realização de simulações do modelo das Nações Unidas a alunos da rede pública (estadual e municipal) de ensino de São Paulo.

O projeto teve sua origem na Universidade de Harvard há mais de 40 anos e oferece ao aluno a oportunidade de agir como um diplomata em um ambiente de negociação de temas vitais, representando um país.

A participação dos estudantes no programa proporciona o aprendizado de falar em público; o conhecimento global, reconhecendo eventos atuais e passados do mundo inteiro; o reconhecimento de novas perspectivas de visão; a liberdade da palavra e da expressão; aprender a como se portar em um argumento, como persuadir alguém, como conseguir que alguém lhe escute durante uma discussão; dentre outros benefícios.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial.

Outros artigos