Agenda Cultural

Projeto Direito ao Cinema discute o abuso sexual na infância

A sessão deste sábado (18) do projeto Direito ao Cinema apresenta o filme dinamarquês “A Caça” que discute o abuso sexual na infância e as consequências na vida de todos os envolvidos. A exibição, que acontece na Estácio Romualdo a partir das 9h, é aberta ao público e oferece certificado de quatro horas para alunos de outras instituições.

Dirigido por Thomas Vinterberg, o filme foi lançado em 2012 e conta a história de Lucas, que tem sua vida completamente arrasada quando ele é (injustamente) acusado de ter abusado de Klara, uma garotinha do jardim-de-infância, sob a alegação de ter-lhe mostrado sua genitália. A menina havia sido exposta a material pornográfico por seu irmão mais velho, o que embasa seu relato confuso envolvendo Lucas. O personagem principal passa a ser hostilizado pela maioria dos habitantes da cidade, como um predador sexual.

Todo este processo de linchamento público é apresentado de forma cuidadosa pelo diretor, tanto no sentido da tensão crescente mas também de justificar os atos dos lados envolvidos. A ideia é levantar questões como o repúdio a esse tipo de situações, mas também sobre a prévia condenação de alguém baseado em um único testemunho.

Segundo a professora Maria Fernanda Cardoso é importante levantar a discussão do abuso sexual e da tênue limiar entre a fantasia das crianças e a denúncia. “É preciso muito cuidado nesse tipo de situação, principalmente com a condenação prévia da população, antes mesmo de haver uma investigação, que termina em muitos casos com o linchamento moral”, afirma.

Para debater o filme, após a sessão haverá uma mesa redonda com o delegado da Polícia Civil, José Francisco Correia Junior, especialista em Segurança Pública e Cidadania e Luiz Felipe Pinheiro Neto, advogado e professor de Direito Penal na Estácio.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.