Professora Nilda consolida crescimento e ameaça derrotar Taveira em Parnamirim

Professora Nilda consolida crescimento e ameaça derrotar Taveira em Parnamirim

novembro 6, 2020 1 Por Brunna Mendes

Seguindo a tendência dos já conhecidos fenômenos eleitorais do Brasil, em Parnamirim é a candidata Professora Nilda (PSL) que surpreende com o gradual crescimento nas pesquisas. Ela já representa uma real ameaça ao poderoso grupo político no município, hoje liderado pelo atual prefeito e candidato a reeleição, Rosano Taveira (PRB).

Esta semana o Portal N10 divulgou os números para a disputa da Prefeitura de Parnamirim, terceiro colégio eleitoral do Rio Grande do Norte, em estudo realizado pelo ITEM PESQUISAS TÉCNICAS.

Na espontânea, a diferença entre Rosano Taveira e a Professora Nilda é de apenas 7,5% – quase dentro da margem de erro (que é de 4%) e próximo de configurar um empate técnico.

O número de indecisos é muito alto (41%) e a rejeição ao prefeito Taveira também (16%), atrás apenas Maurício Marques, com 20%. Acendeu a luz vermelha na campanha da situação, que está há mais de anos no poder se revezando.

A pesquisa foi realizada entre os dias 25 e 26 de outubro. Tendo sido entrevistado 600 eleitores em 23 localidades de Parnamirim. Os resultados foram calculados com margem de erro de 4% e com nível de confiabilidade de 95%. A pesquisa ITEM PESQUISAS TÉCNICAS, divulgada pelo Portal N10, foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo RN-08522/2020.

Apoios chegando

No final de outubro, quem declarou apoio a chapa de Professora Nilda e Elienai Cartaxo foi a Deputada Federal Carla Dickson (PROS), que é bem quista na região de Parnamirim e promete aumentar o número de votos da professora.

Na última terça-feira (03), o apoio da vez foi do vereador Abidene Salustiano (PSC), um dos principais nomes da política parnamirinense, que chegou para somar votos com Nilda e ameaçar a reeleição de Rosano Taveira.

Abidene foi candidato a deputado estadual nas eleições de 2018, quando obteve 15.366 votos, sendo mais de 6 mil destes apenas na cidade de Parnamirim.