Economia

Procon Natal divulga pesquisa de preços de produtos natalinos

O Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Natal) realizou entre os dias 07 e 11 de dezembro uma pesquisa nos dez principais supermercados da capital potiguar para avaliar os preços dos produtos mais consumidos na ceia natalina.

A pesquisa levou em consideração produtos como aves, panetones, vinhos, espumantes, azeites, queijos e frutas em calda, secas e castanhas. E o resultado mostrou variações até mesmo entre estabelecimentos da mesma rede, além da falta de produtos em muitos deles.

Um exemplo de grande variação foi o panetone de chocolate, que mostrou uma diferença de 240% entre o menor e maior valor, de uma mesma marca. Já nas carnes, o bacalhau foi o item que mais variou, mostrando uma diferença de 95% no valor praticado pelos supermercados.

O diretor-geral do Procon Municipal, Kleber Fernandes, alerta para a importância da pesquisa antes de comprar. “Observamos uma variação de preço muito grande entre os supermercados pesquisados, e por isso é importante que o consumidor vá a mais de um estabelecimento e compare os preços antes de fazer suas compras de natal”, aconselha.

Devido à grande alteração nos itens pesquisados neste ano, não foi possível realizar um comparativo com os preços do ano anterior. Além de mostrar a variação de preços entre estabelecimentos, a pesquisa ajuda o consumidor a comprar de forma consciente, e o mais importante nesses tempos de crise, economizar.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.