DestaquesSaúde

Primeiro “preservativo unissex” do mundo é criado por um ginecologista da Malásia

O preservativo Wondaleaf Uni consiste em uma película transparente que envolve o pênis ou é colocada dentro da vagina

Um ginecologista malaio revelou o preservativo Wondaleaf Uni, considerado o primeiro preservativo do mundo que pode ser usado por pessoas com pênis ou vagina. Ele espera que sua nova invenção possa ajudar a revolucionar a saúde sexual e fornecer opções contraceptivas mais flexíveis para quem deseja fazer sexo.

O preservativo Wondaleaf Uni consiste em uma película transparente que envolve o pênis ou é colocada dentro da vagina, suavemente fixada no lugar com uma película adesiva que adere na área. Criando uma barreira à prova de fluidos, funciona como um preservativo convencional, evitando a troca de fluidos corporais e o contato direto com a pele durante as relações sexuais, reduzindo o risco de transmissão de DSTs e gravidez.

É basicamente um preservativo normal com uma cobertura adesiva“, disse à Reuters o dr. John Tang Ing Chinh, ginecologista da empresa de suprimentos médicos Twin Catalyst e inventor do preservativo unissex Wondaleaf.

É um preservativo com uma cobertura adesiva que se fixa na vagina ou no pênis, além de cobrir a área adjacente para proteção extra”, acrescenta.

O preservativo unissex é feito de poliuretano, o que significa que é seguro para pessoas com alergia ao látex, além de não ter cheiro e sabor de borracha. A equipe também trabalhou para tornar o material o mais fino possível – apenas 0,03 milímetro de espessura – para evitar a perda de sensibilidade. Wondaleaf também afirma que a película adesiva não é muito dolorosa para remover da pele, embora possa ser mais confortável para pessoas que removem os pelos pubianos.

O preservativo unissex passou por uma série de pequenos ensaios clínicos que mostraram que tanto homens quanto mulheres descobriram que seu desempenho era semelhante ou melhor do que os preservativos tradicionais. Os estudos também mostraram que a maioria dos homens e mulheres tem preferência pelo uso do preservativo unissex ao invés do feminino.

Os preservativos só podem ser comprados e distribuídos na Malásia por enquanto, pois os preservativos precisam passar por verificações rigorosas de padrões para cada país. No entanto, a empresa espera colocá-los à disposição do mercado internacional em tempo oportuno.

Com base no número de testes clínicos que realizamos, estou bastante otimista de que, com o tempo, será um acréscimo significativo aos muitos métodos anticoncepcionais usados ​​na prevenção de gravidez indesejada e doenças sexualmente transmissíveis“, disse Tang.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Rafael Nicácio

Co-fundador dos canais Portal N10, Jerimum Geek e do Tudo em Dicas. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do Rio Grande do Norte) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN). E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.