Segundo a organização norte-americana de proteção à natureza One Green Planet, a raça pit bull segue sendo a de maior morte induzida em abrigos nos EUA. O preconceito e o rótulo de violência se deu pelo fato da raça ser usada como cães de briga em rinhas.

Para atingir um futuro consciente, é preciso que os tutores se responsabilizem por seus cachorros, aprendendo melhores formas de conviver com o animal, se educando e compreendendo melhor sobre comunicação e comportamento canino, para então proteger a si mesmo, a sociedade e o pet.

Um exemplo de bom comportamento desde cedo, vem do rapper Don Charles. Através da irmã, o cantor ganhou um filhote encantador da raça pit bull.

O filhote – que foi nomeado com o mesmo “Don”, tem 3 meses e o cantor o pegou quando tinha semanas de vida, através da irmã que tinha um conhecido e deu um filhote para cada.

O pequeno recebeu o mesmo pronome de tratamento “Don” e mudou para melhor a rotina do rapper que passou a observar de perto o comportamento do pet.

“Ele tem como hábito curioso o fato de roncar bastante e o ensinei a sentar e deitar sem precisar de um adestrador. O pitbull também só faz as necessidades dentro do box no banheiro, o que facilita a limpeza”, afirma Don Charles.

Por mais que muitos ainda tenham receio de criar um pit bull, Don Charles conta que o filhote é muito dócil e gosta de carinho no peitoral e barriga.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.