Polícia Federal apreende mais de 700 kg de cocaína no porto de Natal

Polícia Federal apreende mais de 700 kg de cocaína no porto de Natal

Polícia Federal apreende mais de 700 kg de cocaína no porto de Natal

Rafael Nicácio agosto 16, 2020 Destaques

A Polícia Federal realizou na noite deste sábado, 15 de agosto, a maior apreensão de cocaína deste ano no Porto de Natal. O trabalho foi realizado em conjunto com a Receita Federal. No total, 703,95 kg da droga foram encontrados dentro de um container carregado de manga que seguiria para a Europa.

A descoberta do entorpecente aconteceu em decorrência da intensificação do trabalho de fiscalização realizado pela PF e pela RFB no Terminal Portuário.

As investigações terão prosseguimento com o objetivo de identificar a autoria desse crime de tráfico internacional de drogas, cuja pena pode variar de 7 a 25 anos de reclusão.

Polícia Federal apreende mais de 700 kg de cocaína no porto de Natal

A Polícia Federal acredita que essa apreensão reforça a importância das reuniões da Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (CESPORTOS). Essa mesma Comissão, que é presidida pela PF e integrada pela RFB, “tem como missão prevenir e reprimir os atos ilícitos nos portos, terminais e vias navegáveis”.

Desde 2019, a Polícia Federal já apreendeu, em cooperação com a Receita Federal e somente no Porto de Natal, mais de 5 toneladas de cocaína.

Rota internacional

Segundo a PF, a capital potiguar virou um do ponto de partida para o tráfico internacional de drogas, com envio de cocaína principalmente para Holanda e Bélgica. Desde outubro de 2018, mais de 10 toneladas de drogas que partiram de Natal também foram apreendidas no porto de Roterdã, na Holanda.

Por causa das apreensões, a única empresa que faz o transporte de cargas de Natal para Roterdã, na Holanda, suspendeu as atividades locais em março, até que o porto tomasse medidas de segurança. As operações, porém, foram retomadas no início de abril de 2019 e em maio, outra tonelada foi apreendida.

Outros artigos