Polícia Civil prende suspeito de participar de latrocínio contra sargento da PM

Polícia Civil prende suspeito de participar de latrocínio contra sargento da PM

Polícia Civil prende suspeito de participar de latrocínio contra sargento da PM

Rafael Nicácio junho 6, 2017 Destaques

Uma equipe de policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prendeu, nesta segunda-feira (05) na Favela do Japão, Claudio Sérgio de Oliveira Silva, 30 anos, suspeito de participar do latrocínio contra o sargento da Polícia Militar Antônio Cândido dos Santos na zona Oeste da capital. No crime, a vítima foi abordada por dois bandidos que estavam em uma motocicleta Honda CB 300, cor branca, e atingida por um disparo de arma de fogo. Após o latrocínio, a dupla subtraiu a arma do policial militar.

Segundo investigações, a dupla teria ainda cometido um roubo anteriormente ao latrocínio, na Avenida Lima e Silva, e subtraído das vítimas uma bolsa azul, uma carteira, e um celular. Imagens de câmeras de segurança, as quais mostram a dupla empreendendo fuga na motocicleta após o latrocínio, exibem um dos homens utilizando a mesma bolsa azul roubada na Avenida Lima e Silva. Através de diligências, policiais encontraram a motocicleta utilizada pelos homens abandonada no bairro das Quintas, tendo o veículo queixa de roubo. Durante a prisão de Cláudio, foram apreendidos dois aparelhos celulares, uma algema, além de serem encontradas uma calça preta e uma capa de chuva de mesma cor, ambas semelhantes as peças de roupa utilizadas pelos autores do crime.

+ Bandidos matam sargento da PM em frente a hospital da zona Oeste de Natal

Segundo o diretor da DHPP, Ben Hur Medeiros, além dos diversos indícios os quais apontam a autoria de Cláudio para o latrocínio contra o sargento da Polícia Militar, o homem também foi reconhecido por testemunhas do roubo ocorrido na Avenida Lima e Silva. “Após o latrocínio, investigações e denúncias anônimas ocasionaram a localização de Cláudio, ex-presidiário de Alcaçuz, e que continuava cumprindo a pena em regime semiaberto. Durante a apreensão, foram encontradas as mesmas vestimentas que foram descritas minuciosamente por testemunhas acerca das roupas utilizadas pelos criminosos no momento do roubo na Avenida Lima e Silva. Cláudio também foi reconhecido por esse crime, mostrando que os indícios contra ele são inúmeros”, detalha Ben Hur Medeiros.

Já o delegado geral de Polícia Civil, Correia Júnior, destacou acerca do prosseguimento das investigações para a elucidação do crime. “Nesta segunda-feira prendemos em flagrante um dos suspeitos pelo latrocínio contra o sargento da Polícia Militar, o qual foi autuado pelos crimes de latrocínio e roubo qualificado, sendo encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. Ele já está sendo reconhecido por outros roubos que foram cometidos com a mesma motocicleta roubada utilizada nos crimes praticados na manhã de hoje. A Polícia Civil prosseguirá nas investigações a fim de identificar e localizar o segundo homem que cometeu os crimes”.

Outros artigos