Em coletiva realizada na tarde desta segunda-feira (9), a Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV) esclareceu o caso da tentativa de roubo que arrastou a vítima presa ao cinto de segurança, pelas ruas do bairro Cidade da Esperança.

Em coletiva realizada na tarde desta segunda-feira (9), a Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV) esclareceu o caso da tentativa de roubo que arrastou a vítima presa ao cinto de segurança, pelas ruas do bairro Cidade da Esperança. Após investigações, a polícia conseguiu apreender dois adolescentes suspeitos de participarem da ação criminosa.

Um deles se entregou na quinta-feira (5), e na manhã da sexta-feira (6), a mãe de um dos participantes da ação foi até a promotoria de Justiça, alegando que o filho tinha desaparecido. Após uma revista com a senhora, a polícia encontrou munições de uma arma de calibre compatível com a que foi usada na tentativa de roubo, o que resultou na prisão dela. Na delegacia, ela alegou que o filho confessou a participação, porém, estava escondido e não sabia o seu paradeiro. Como a mãe presa, o filho entregou-se para a polícia.

Relembre o caso:

No dia 22 de março deste ano, ocorreu um crime onde a vítima (tentando evitar o roubo de seu veículo) entrou em luta corporal com um dos 3 assaltantes e acabou presa ao cinto de segurança, sendo arrastada por mais de 1 km pelas ruas do bairro Cidade da Esperança.

A colaboração da população através de informações é de suma importância para a prisão do outro autor desse crime. Ela pode ser feita anonimamente através do disque-denúncia: 181.

Confira o vídeo com fala da Delegada:

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.