Pentágono encomenda mísseis de médio alcance por 768 milhões de dólares

dezembro 28, 2019 0 Por Rafael Nicácio
Pentágono encomenda mísseis de médio alcance por 768 milhões de dólares

O Pentágono assinou um contrato com a Raytheon, uma das maiores empreiteiras do complexo industrial militar dos EUA, para a produção de mísseis de médio alcance (AIM-120 AMRAAM).

Conforme detalhado pelo Departamento de Defesa dos EUA, este contrato, avaliado em mais de 768 milhões de dólares, prevê a produção de mísseis AMRAAM, mísseis de treinamento aéreo em cativeiro, seções de orientação, sistema de telemetria AMRAAM, peças de reposição e outros ‘Suportes de engenharia de produção de hardware’.

“O trabalho será realizado em Tucson, Arizona, com data prevista para 28 de fevereiro de 2023”, diz o site oficial da agência.

Ao mesmo tempo, o Pentágono esclarece que 47% do valor do contrato (aproximadamente 360 ​​milhões de dólares) serão cobertos pela “venda não classificada de armas” a aliados dos EUA: 22 países, incluindo Polônia, Turquia, Arábia Saudita e Romênia.

O AIM-120 AMRAAM é um míssil de médio e longo alcance, projetado para atacar alvos aéreos “além do alcance visual”. Os projéteis estão a serviço da Força Aérea dos EUA e outros países da OTAN, incluindo a Alemanha e o Reino Unido. Eles são o principal armamento dos caças F-15 e F-16, bem como os caças F-22 de quinta geração.