Portal N10

Os 10 carros mais econômicos de 2017

Um dos maiores enganos dos motoristas é pensar que um carro econômico tem que ser um carro com motorização 1.0

Ter um carro econômico é o sonho e a vontade de todo motorista. Com o combustível cada vez mais caro, a economia diária pode fazer uma grande diferença no bolso do consumidor. Entre os 10 carros mais econômicos de 2017 está o Ford Fusion, um carro com conforto incomparável, motorização arrojada, mas que pode ser uma boa opção quando o assunto é economia.

Um dos maiores enganos dos motoristas é pensar que um carro econômico tem que ser um carro com motorização 1.0, que tem pouco torque e potência de motor. Entre os primeiros veículos da lista, estão carros confortáveis e com muita potência. Entre os mais econômicos de 2017 podemos encontrar um 2.0 com motor aspirado de 190cv. Confira a lista:

1º Toyota Prius – 18,9 km/l (gasolina)

2º Ford Fusion Hybrid – 16,8 km/l (gasolina)

3º Volvo XC90 T8 –15,3 km/l (gasolina)

Peugeot 208 – 10,9 (etanol) e 15,3 (gasolina) km/l

5º Up! TSI Move –  10,0 (etanol) e 14,3 (gasolina) km/l

6º Lexus CT 200H – 15,7 km/l

Citröen C3 – 10,2 (etanol) e 14,3 (gasolina) km/l

8º Fiat Mobi Drive GSR – 9,8 (etanol) e 14,0 (gasolina) km/l

9º Up! TSI Move/High – 9,6 (etanol) e 14,1 (gasolina) km/l

10º Fiat Mobi Drive – 9,6 (etanol) e 13,7 (gasolina) km/l

Entre importados e nacionais a lista mostra a diferença entre o consumo dos veículos, tanto na utilização de etanol quanto gasolina, e os carros que estão entre os mais econômicos estão dotados da tecnologia de motores para combustível híbrido, uma categoria de automóveis que está ganhando mercado e as ruas, tanto no Brasil quanto no mundo.

Como economizar ao dirigir nas cidades

Não basta apensar procurar um carro que seja econômico, a diferença diária vai variar de motorista para motorista, como sabemos, o carro gasta mais ou menos dependendo do pé. Mas algumas dicas para mudar os hábitos de direção e economizar muito no final do mês podem ser observadas no dia a dia.

Os pneus do carro são um dos maiores causadores do aumento de consumo de combustível. Manter os pneus calibrados todas as semanas, podem economizar no gasto e também na manutenção do veículo. Manter uma distância segura dos carros serve para evitar acidentes e também acelerações e frenagens desnecessárias, que também prejudicam os ponteiros do tanque de combustível.

Trocar marchas no tempo certo, no momento que o painel do veículo aponta, é uma maneira de diminuir o gasto de combustível e o desgaste do carro. Desligar o ar condicionado é fundamental para o rendimento do carro, tanto na questão motor quanto no consumo. Uma importante dica é desacelerar, tirar o pé, trafegar em baixa velocidade deixa o carro mais econômico e ainda evita acidentes.

Quais os diferenciais dos carros mais econômicos

Entre modelos com motorização mais fraca e mais forte, temos uma lista de carros que saem do básico e estão figurando entre os mais econômicos de 2017. Entre eles podemos citar o Peugeot 208, que vem com opcionais que deixam o carro mais confortável e um motor um pouco mais forte chegando aos 90cv. O Citröen C3 também permanece há alguns anos entre os carros com mais economia e conforto, similar ao seu concorrente.

Os carros que tem motores menos potente são mais econômicos quando são menores, os conhecidos compactos. Reduzindo o peso, o carro precisa de menos potência para conseguir se mover, assim se tornando mais econômico. Os carros mais novos são dotados das tecnologias de ponta, que deixam o veículo mais inteligente e assim, mais econômico.

Carros importados de pequeno porte como o Peugeot 208 e o Citröen C3 estão atraindo os consumidores por essa relação positiva entre consumo, custo e conforto. Possuem motores mais potentes que os conhecidos 1.0, estão dotados de acessórios confortáveis e estão brigando no mercado nacional em seus preços finais. São boas opções que integram a lista dos mais econômicos de 2017.

Os chamados “carrões” aqueles que gastavam tanto combustível que estavam longe do alcance dos motoristas do dia a dia agora trazem uma nota tecnologia híbrida. Estes veículos que se utilizam de energia elétrica para circular acabam custando menos no bolso do consumidor em relação ao combustível, mas ainda estão distantes pelo seu valor alto no mercado.

O Ford Fusion, bastante conhecido no mercado nacional, mas que voltou na versão híbrida, tem um motor tão potente quanto o anterior, mas agora se tornou mais econômico, mais dinâmico já que conta com um motor elétrico e o tradicional motor a gasolina, que melhoram consideravelmente o desempenho do carro dentro e fora da cidade.

Como escolher um bom carro na hora da compra

Entre as dicas mais importantes na hora da escolha de um novo carro está não somente a atração pelo veículo e marca, mas também um veículo que caiba no bolso do cliente. Comprar um carro e não pode usar porque custa caro é um grande prejuízo. Não se trata de somente pagar o valor do veículo, mas sim os custos mensais que ele terá.

Os custos que um carro gera para o proprietário estão muito atrelados a maneira como o veículo é utilizado, mas não somente isto. Existem alguns carros que custam mais que outros, e não somente no seu valor de tabela. Ao pesquisar um veículo é importante olhar para o mercado e perceber além dos veículos que mais vendem, os que menos trazem problemas.

Uma dica de ouro na hora de comprar um carro é fugir daqueles modelos grandes, potentes e que estão sendo lançados no Brasil, por marcas que não são tão tradicionais. Ou também, para aqueles modelos que estão saindo de linha. Ambos podem possuir o mesmo problema: pequena cobertura nacional, falta de peças e sem mão-de-obra específica.

Estes problemas são recorrentes no mercado e podem fazer com que um carro fique parado na garagem ou na oficina por semanas e até meses enquanto aguardam a importação e reposição de uma peça específica do veículo. Marcas populares e modelos que tenham bastante popularidade costumam trazer menos prejuízo e diminuir o custo de manutenção.

You might also like

Leave A Reply

Your email address will not be published.