Operação da PF combate exploração sexual infantojuvenil no RN

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (16), nas cidades de Natal, Tibau do Sul, Caicó e Mossoró, a Operação Mefisto, que visa identificar suspeitos e levantar dados que confirmem as provas já existentes dos crimes de exploração sexual praticados contra crianças e adolescentes através do assédio, armazenamento, produção e compartilhamento de material contendo cenas de pornografia infantojuvenil.

Segundo a PF, 52 policiais federais estão cumprindo 12 mandados judiciais de busca e apreensão nos endereços residenciais de 10 pessoas investigadas. Sete delas moram em Natal.

Ainda de acordo com a PF, as investigações foram iniciadas em agosto, devido à constatação do crescimento exponencial de crimes relacionados à exploração sexual de crianças e adolescentes através da internet, inclusive, com a utilização de redes sociais.

Nesse trabalho investigativo, a PF conta com a colaboração da INTERPOL, cujo intercâmbio de informações foi fundamental para a identificação de um dos principais alvos da operação.

(*) O nome da operação vem de Mefistófeles, uma entidade satânica da Idade Média, conhecida como uma das encarnações do mal, aliado de Lúcifer na captura de almas inocentes, através da sedução e encanto.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!