Natal

Ônibus de Natal passam a receber meia passagem estudantil em dinheiro

bus
Foto: Reprodução /Busão de Natal

A Justiça do Rio Grande do Norte determinou que o Sindicato dos Transportes Urbanos de Natal (Seturn) receba o pagamento da meia passagem estudantil em dinheiro, por meio da moeda nacional corrente (Real).

E já na manhã desta quinta-feira (9) foi possível observar em alguns ônibus da capital potiguar, um informativo divulgando o que é de direito de todo e qualquer estudante: o pagamento de sua meia passagem em dinheiro.

Ônibus da linha 35, empresa Santa maria, que faz a linha Soledade I - Candelária (Foto: Alberto Sampaio)

Ônibus da linha 35, empresa Santa Maria, que faz a linha Soledade I – Candelária (Foto: Alberto Sampaio)

Meia passagem estudantil

Basta que o beneficiado apresente sua carteira de estudante emitida por uma entidade estudantil legalmente constituída, conforme prevê a legislação brasileira, dispensando a necessidade do Natal Card, o cartão eletrônico comercializado pelo Seturn em parceria com a Prefeitura.

A determinação é da juíza Francimar Dias Araújo da Silva e foi publicada no Diário Eletrônico da Justiça na sexta-feira (17 de junho), que também determinou a intimação da presidência do Seturn para imediato cumprimento da decisão. A ação foi impetrada pela União Norte-riograndense de Estudantes (Urne).

A magistrada destacou que “o benefício da meia passagem conferido aos estudantes nos transportes coletivos rodoviários é um direito conquistado pela classe estudantil, que possui por finalidade precípua a garantia de amplo acesso ao transporte público”. Além disso, a juíza acrescentou que a exigência do cartão eletrônico por parte do Seturn restringe o direito e quebra a isonomia entre os estudantes que desempenham suas atividades em Natal e os que atuam no restante do Estado, ou até mesmo no país.

You Might Also Like

4 Comments

  1. 1

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.