Curiosidades, Destaques

O que é mais fácil: ser atingido por um raio ou ganhar na Mega da Virada?

Provavelmente você já deve ter ouvido de muita gente a seguinte frase: “é mais fácil ser atingido por um raio do que ganhar na Loteria”. Mas será que isso é verdade? Especialistas em probabilidade e meteorologia liberam as estatísticas desses fenômenos para resolver uma das dúvidas mais questionadas de nossa sociedade.

Estamos a poucos dias de distância da Mega da Virada, e a maioria das pessoas decidem comprar vários números para ver se desta vez a sorte sorri para elas. No entanto, há céticos que preferem manter seu dinheiro guardadinho porque acreditam que ganhar na loteria é algo bem, mas bem difícil. Será que eles estão certos?

É muito provável que você seja atingido por raios (e até duas vezes)

Um estudo da NASA indica que um em cada 3 raios que acabam atingindo à terra, afetam o mesmo lugar e ao mesmo tempo. Na verdade, o raio (1753, Benjamin Franklin) atrai outros raios para o mesmo ponto para conduzir essas descargas e não chegar às pessoas ou animais na área. Um exemplo disso é o relógio do Empire State Building (EUA) que recebe 25 feixes por ano.

Foto: Reprodução / Youtube

De acordo com a Organização Meteorológica Mundial (OMM) todos os dias há 44.000 tempestades na Terra e 8 milhões de raios são gerados, então existe uma alta probabilidade de que um raio acabe caindo em um ponto em que já havia caído antes.

A partir desse estudo, os especialistas em estatística afirmaram que a probabilidade de você ser atingido por um raio é de 1 a 3 milhões: algo que parece ser bem mais provável de acontecer, tendo em vista que a Caixa Econômica Federal já divulgou que a probabilidade de você ser afetado pela bolada da Mega Sena da Virada é de 1 em 50 milhões.

Independente da resposta, continue fazendo a sua fezinha. Vai que dá certo dessa vez, não é mesmo?

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.