Presidente do Irã afirma que vai reagir com determinação, caso EUA viole acordo nuclear

Hassan Rohani ainda afirmou que o país norte-americano vai acabar "destruindo sua credibilidade", já que o acordo pertence à população mundial e não apenas a países isolados

Durante Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), nesta quarta-feira (20), Hassan Rohani, presidente do Irã, informou que, caso haja alguma violação do acordo nuclear assinado com diversos países, ainda em 2015, vai reagir com determinação e, para ele, caso os Estados Unidos seja contra as regras, o país norte-americano vai acabar “destruindo sua credibilidade”, já que o acordo pertence à população mundial e não apenas a países isolados.

O presidente dos EUA, Donald Trump, está insatisfeito com o compromisso acertado com o Irã, bem como afirmou Nikki Haley, embaixadora da ONU, dos EUA. O líder americano provou essa afirmação em seu discurso na 72ª assembleia geral das ONU. Trump também falou que foi uma vergonha para o estado de Washington ter firmado o acordo nuclear.

“O acordo com o Irã é uma das piores transações (…) Francamente, este acordo é uma vergonha para os Estados Unidos”, disse Donald. “É hora de o mundo inteiro se unir a nós para exigir que o governo iraniano pare de semear a morte e a destruição”, declarou.

Mesmo ante a essas declarações, a embaixadora declarou que Trump não pretende reincidir o tratado com o país do presidente Rohani, apenas mostram sua insatisfação. Haley afirmou ainda que a afirmativa de Trump não indica que os EUA deixarão o tratado. “Não é um sinal claro de que ele planeja se retirar. É um sinal claro de que ele não está feliz com o acordo”, disse.

A jornalistas americanos, Donald Trump disse que já tinha uma decisão, mas não falou mais detalhes sobre o assunto. A data limite é 15 de outubro para a informação sobre o acordo chegar ao Congresso dos Estados Unidos.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!