O coronavírus que vem da China: quais são os sintomas e como se proteger?

O coronavírus que vem da China: quais são os sintomas e como se proteger?

janeiro 22, 2020 1 Por Rafael Nicácio

O que começou como um misterioso surto viral na cidade chinesa de Wuhan, já se espalhou para vários outros países asiáticos e até atravessou o Pacífico, chegando aos EUA. Na região da América Latina, também é investigado um suposto caso de infecção pelo novo coronavírus.

Enquanto isso, a comunidade médica trabalha para obter uma vacina contra a doença mortal, que já matou 17 pessoas, enquanto o número de infectados chega a 444 casos confirmados .

Para reduzir o risco de contrair o chamado 2019-nCoV, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) publicaram um resumo informativo com informações sobre os sintomas desse vírus perigoso, bem como sobre medidas de proteção.

Quais são os sintomas do coronavírus?

Segundo a agência, os pacientes infectados experimentam febre, dores musculares, mal-estar, dor de cabeça e garganta, tosse e coriza.

Esses sintomas também podem evoluir para doenças do trato respiratório inferior (pneumonia, bronquite).

Métodos de prevenção

Para reduzir o risco de infecção, os especialistas do CDC aconselham as seguintes recomendações:

  • Lave as mãos com frequência usando sabão e por pelo menos 20 segundos;
  • Evite o contato de mãos sujas com os olhos, nariz e boca;
  • Evite contato próximo com pessoas que sofrem dos sintomas mencionados.

Por outro lado, aqueles que apresentam esses sintomas também devem tomar certas medidas para não pôr em risco a vida ou a saúde de outras pessoas:

  • Fique em casa até que os sintomas do coronavírus diminuam;
  • Evite contato próximo com outras pessoas;
  • Cubra a boca e o nariz com uma máscara e, ao trocá-la, lave bem as mãos;
  • Desinfete superfícies e objetos com os quais entra em contato.

Tratamento

As doenças causadas pelo 2019-nCoV, transmitido pelo trato respiratório, não têm tratamento específico, apontam os cientistas. Na maioria dos casos, os infectados se recuperam sozinhos.

Para aliviar os sintomas, os especialistas recomendam:

  • Tome remédio para dor e febre;
  • Beber muita água;
  • Fique em casa e descanse;
  • Para tratar uma dor de garganta, também ajuda tomar banhos quentes ou usar um umidificador.

O coronavírus não é curado com antibióticos e seu tratamento é sintomático, sem focar na etiologia da doença.

A Organização Mundial da Saúde continua avaliando a gravidade da situação, embora, no momento, não tenha recomendado medidas específicas para quem viaja para a China. Também não é a favor de restringir as visitas ao gigante asiático.

Embora a grande maioria dos infectados viva na província de Hubei, também houve casos em Pequim ou Xangai, com outros detectados no Japão, Tailândia, Coréia do Sul e EUA, entre outras pessoas que estavam em território chinês.