PUBLICIDADE

Oftalmologista alerta para perigos de observar eclipse solar anular sem proteção adequada

Saiba como acompanhar o fenômeno astronômico no próximo sábado (14); especialista enumera riscos para a visão e orienta sobre forma segura de observação
Oftalmologista alerta para perigos de observar eclipse solar anular sem proteção adequada
Foto: Adobe Stock

A natureza, em sua grandiosidade, volta e meia nos presenteia com fenômenos celestes que enchem os olhos e despertam o interesse da população. No dia 14 de outubro, o Brasil será palco de um desses espetáculos: um eclipse solar anular. Neste evento, a Lua se posiciona entre a Terra e o Sol, criando um magnífico círculo de luz no céu. Contudo, tão empolgante quanto essa experiência é a necessidade de cuidado ao observá-la.

Observar esse fenômeno diretamente, sem a proteção correta, pode causar danos severos à visão. O oftalmologista Breno Leão alerta para os riscos de se olhar diretamente para o sol. “A radiação solar ultravioleta pode causar desde ressecamento ocular até queimaduras perioculares e, em situações mais severas, retinopatia solar“, pontua o especialista, que também é docente de medicina no Instituto de Educação Médica (IDOMED).

Equipamentos seguros para observação

Para quem deseja vivenciar este fenômeno sem prejudicar a saúde ocular, a recomendação é utilizar telescópios solares, câmeras e filtros específicos. “Caso não possua esses instrumentos, uma alternativa é a máscara de soldador com vidro nº 14 ou superior“, sugere o oftalmologista. Outra opção viável é o filtro de poliéster aluminizado ou óculos com filtro solar de poliéster, que são distintos dos óculos de sol convencionais.

Métodos indiretos para apreciação do eclipse

Aqueles que preferem não arriscar, ainda têm opções. O Observatório Nacional, ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, realizará a transmissão ao vivo deste evento majestoso. Para assistir, basta acessar o link do Youtube. Adicionalmente, Breno Leão indica o uso do princípio da câmara escura, com tutoriais facilmente encontrados na web.

PUBLICIDADE

Horários de observação do eclipse solar anular nas capitais

Não quer perder esse evento celestial? Confira os horários precisos para cada capital:

  • Rio Branco (AC): 14h16
  • Maceió (AL): 16h48
  • Macapá (AP): 16h27
  • Manaus (AM): 15h19
  • Salvador (BA): 16h48
  • Fortaleza (CE): 16h42
  • Brasília (DF): 16h45
  • Vitória (ES): 16h50
  • Goiânia (GO): 16h45
  • São Luís (MA): 16h37
  • Cuiabá (MT): 15h38
  • Campo Grande (MS): 15h43
  • Belo Horizonte (MG): 16h49
  • João Pessoa (PB): 16h46
  • Curitiba (PR): 16h48
  • Belém (PA): 16h32
  • Recife (PE): 16h47
  • Teresina (PI): 16h41
  • Rio de Janeiro (RJ): 16h50
  • Natal (RN): 16h45
  • Porto Alegre (RS): 16h47
  • Porto Velho (RO): 15h21
  • Boa Vista (RR): 15h08
  • Florianópolis (SC): 16h48
  • São Paulo (SP): 16h49
  • Aracaju (SE): 16h48
  • Palmas (TO): 16h41

Lembre-se de que os horários listados correspondem às zonas horárias de cada capital.

PUBLICIDADE

Cuidados essenciais

Muitos recorrem a métodos caseiros como filmes de radiografias, câmeras de celular ou até a proteção da mão. Entretanto, tais práticas, conforme Breno Leão, são contraindicadas. “Estas apenas bloqueiam a luminosidade excessiva, mas não protegem contra a radiação ultravioleta“, adverte. E mesmo com os equipamentos corretos, o especialista aconselha a não observar o sol continuamente.

Vale ressaltar que mesmo com os aparatos corretos, não devemos observar de forma contínua o sol, e sim fazer intervalos de 30 segundos de observação do fenômeno com 2 a 4 minutos de descanso ocular. Apesar de lindo e raro, os eclipses são fenômenos passageiros que podem trazer danos permanentes à visão, então não vale a pena prejudicar sua visão por alguns minutos de fenômeno observado”, destaca o oftalmologista.

A beleza dos eclipses é inegável, e a oportunidade de testemunhar um eclipse solar anular é rara e emocionante. No entanto, nossa visão é um bem precioso. Portanto, ao se deslumbrar com o céu, é importante adotar todas as precauções necessárias. Aproveite o espetáculo, mas faça-o com segurança!

PUBLICIDADE

COMPARTILHE:

Rafael Nicácio

Rafael Nicácio

Co-fundador e redator do Portal N10, é um dos responsáveis pela administração do site. Conta com a experiência de ter atuado nas assessorias de comunicação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e da Universidade Federal do RN. Trabalha com administração e redação em sites desde 2013 e, atualmente, também administra páginas como Dinastia Nerd e Dicas Cel! E-mail para contato: [email protected]

Deixe uma resposta