PUBLICIDADE

Canadá está em busca de profissionais da área da saúde

Em março de 2023, o Canadá estava oferecendo mais de 140 mil vagas no setor da saúde e assistência social.
Canadá está em busca de profissionais da área da saúde; entenda (Créditos: Agência Brasil)
'Canadá está em busca de profissionais da área da saúde; entenda (Créditos: Agência Brasil)

Os dados recentes de vagas de emprego apresentados pela Statistics Canada afirmam que em março de 2023, o Canadá estava oferecendo mais de 140 mil vagas no setor da saúde e assistência social, mas apenas 17,7% de todas as oportunidades foram preenchidas. Diante da escassez de profissionais de saúde e de sua baixa taxa de natalidade, o país tem uma demanda maior de assistência do que consegue formar atualmente. Este cenário tem contribuído para que cada vez mais oportunidades sejam ofertadas no mercado de trabalho para imigrantes.

O fundador da Meegra, plataforma com soluções de imigração, Daniel Braun, explica como essa demanda é criada no país e como ela abre oportunidades para os trabalhadores brasileiros que desejem atuar no exterior. “O Canadá enfrenta uma grande escassez de profissionais na área da saúde em diversas províncias. O país tem uma das menores taxas de natalidade do mundo e uma população envelhecida”, iniciou Braun.

“O Canadá precisa cada vez mais de imigrantes para compensar o déficit dos canadenses mais jovens e preencher essas posições e a área da saúde é uma das que mais oferece oportunidades”, continuou o especialista. Ainda, de acordo com ele a área da saúde está em alta principalmente no setor infantil e para parteiras. “No futuro isso pode mudar para a gerontologia, especialmente com o envelhecimento da população do Canadá. A previsão é de um aumento cada vez maior nessa área também”, concluiu o analista da Meegra.

Para trabalhar no Canadá o primeiro passo independente da área é ter a documentação médica em dia. “Nós temos parceria com a Clínica Galdino Campos, uma clínica de exames médicos de alta qualidade que desempenha um papel fundamental no processo de imigração, garantindo que os candidatos atendam aos requisitos de saúde e segurança estabelecidos pelo Canadá e outros destinos”, enfatiza Daniel Braun.

PUBLICIDADE

A falta de profissionais de saúde no Canadá tem sido um problema crescente ao longo dos últimos anos (Créditos: Agência Brasil)
A falta de profissionais de saúde no Canadá tem sido um problema crescente ao longo dos últimos anos (Créditos: Agência Brasil)

Com orientação especializada, eles auxiliam em todas as vacinas para a imigração. Isso pode incluir vacinas que não são obrigatórias, mas que são importantes tomar como sarampo, caxumba, rubéola, entre outras, além de documentos como relatórios médicos e histórico de saúde”, destaca Braun.

Mais detalhes sobre oportunidade no Canadá

Ao N10, Daniel Braun, afirmou que as áreas da saúde são as que mais tem demanda no Canadá. No início de 2024, terão algumas feiras de emprego de empresas canadenses que vem ao Brasil contratar profissionais da área da saúde. “Exemplificando, essas oportunidades ofertadas podem ser para enfermeiros, técnicos em enfermagem ou médicos. Além disso, vale ressaltar que muitas vezes o governo canadense paga para o individuo aprender o idioma“, salientou.

PUBLICIDADE

O especialista da Meegra, destacou ainda que existem desafios que precisam ser superados pelos brasileiros, para além da barreira do idioma. Um dos aspectos que precisam ser assimilado diz respeito as questões monetárias. Uma vez em solo canadense o trabalhador imigrante irá ganhar em dólar, uma moeda que vale mais quando em comparação com o real. Todavia, é necessária organização financeira para equacionar os gastos no novo país, que também será em dólar.

Além disso, em conversa com o portal Daniel Braun afirmou que o governo oferece vários incentivos para os profissionais de saúde. “O governo canadense tem um departamento que se chama ‘Departamento Social Canadense’ que é praticamente responsável por todos os imigrantes. Buscando inúmeras assistências e oferecendo auxílio aos que precisam durante esse processo“, finalizou.

Revisado por: Hiago Luis

PUBLICIDADE

COMPARTILHE:

Caroline Gouveia

Caroline Gouveia

Caroline Gouveia Fortino 22 anos, formada em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM). Redatora e produtora de conteúdo dos portais N10 notícias e Todo Canal, com experiências no Notícias da TV e Metropoles na coluna do Leo Dias.

Uma resposta

Deixe uma resposta