“Nós voltaremos”, diz Dilma Rousseff após sofrer impeachment

A ex-presidente Dilma Rousseff usou seu perfil oficial no Facebook para comentar seu afastamento da Presidência da República. “Quando o presidente Lula foi eleito pela primeira vez, em 2003, chegamos ao governo cantando juntos que ninguém devia ter medo de ser feliz. Por mais de 13 anos, realizamos com sucesso um projeto que promoveu a maior inclusão social e redução de desigualdades da história de nosso País”, escreveu Dilma.

No mesmo texto, Dilma escreveu que o resultado do impeachment não é definitivo, e que voltará. “Esta história não acaba assim. Estou certa que a interrupção deste processo pelo golpe de estado não é definitiva. Nós voltaremos. Voltaremos para continuar nossa jornada rumo a um Brasil em que o povo é soberano”, disse.

Impeachment

Após o Senado aprovar por 61 votos a 20 o impeachment de Dilma Rousseff, os senadores decidiram, por 42 votos a 36, manter os direitos políticos de Dilma. Com isso, ela pode ocupar cargo público. Foram registradas três abstenções. A votação deste quesito foi feita separadamente a pedido de senadores do PT, que apresentaram o requerimento logo no início do dia e que foi acatado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, mesmo sob protestos de aliados do presidente interino Michel Temer.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!