No sufoco, Sport marca no fim e se classifica na Copa Sul-americana

julho 27, 2017 0 Por Arthur Dourado
No sufoco, Sport marca no fim e se classifica na Copa Sul-americana

Ufaaaaa!!! Essa foi a frase que os torcedores do leão soltaram quando André aos 37 minutos do segundo tempo diminuiu o placar para o Sport. Mesmo com a derrota, os pernambucanos se classificaram pois haviam vencido o primeiro jogo por 2 a 0 em casa. Agora o time rubro-negro enfrenta a Ponte Preta.

Primeiro tempo perigoso

O Arsenal precisava da vitória e por isso foi pra cima do Leão. Abusando das jogadas aéreas, o time Argentino tentava abafar a saída de bola brasileira. O sport perdia a bola com facilidade no meio campo, tendo que parar as jogadas com faltas, o que facilitava a vida de quem queria uma bola parada. O leão teve alguns contra-ataques, em um deles Lenis perdeu um gol incrível. E esse erro custou caro, na jogada seguinte após um bate e rebate na área o atacante Brunetta abriu o placar aos 43 do primeiro tempo.

A vaca parecia ir pro brejo

O segundo tempo começou com o Arsenal no ataque e o Sport abusando dos erros de passe. Com o Leão acuado, o treinador Humberto Grondona – filho do ex-presidente da Confederação Argentina de Futebol, colocou três atacantes em campo e um deles, Contreras, fez aos 19 do segundo tempo. Com mais 25 minutos de jogo parecia inevitável a virada.

André o herói da noite

Luxemburgo então mexeu no time e colocou o meia Thomas no lugar de Everton Felipe, e o estreante na partida melhorou os contra-ataques do Sport. Depois de um chute do meia, André pegou o rebote mas estava em impedimento. Mas Luxemburgo estava iluminado e outro jogador que o professor havia colocado, Rogério, partiu pra cima da marcação encontrou Diego Souza na ponta que entrou na área e rolou para André decretar a classificação pernambucana. Depois, o Sport perdeu várias oportunidades de empatar, mas o resultado foi o suficiente.