Natal também contraria Governo e manterá reabertura gradual da economia

julho 7, 2020 0 Por Rafael Nicácio
Natal também contraria Governo e manterá reabertura gradual da economia

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, decidiu manter o processo de reabertura gradual das atividades econômicas na capital mesmo após a governadora Fátima Bezerra anunciar que estava suspendendo a 2ª fração da primeira etapa de reabertura no RN.

Seguindo a linha da prefeitura de Mossoró e também contrariando o Governo do RN, Álvaro Dias tomou a decisão após se reunir com a equipe do comitê científico da Prefeitura do Natal.

Com a decisão, uma nova parte dos estabelecimentos comerciais da capital potiguar abrirão suas portas já nesta quarta-feira (8), mesmo com a norma contrária do Governo do Estado.

Confira a nota da Prefeitura do Natal:

Tendo em vista a taxa de transmissibilidade do Coronavírus permanecer abaixo de 1%, a taxa de isolamento social ter permanecido acima dos 50% no último final de semana, e uma tendência de queda na solicitação de leitos críticos para Covid e após ouvir o comitê científico formado pelo município de Natal para acompanhar a situação no enfrentamento da pandemia em Natal, e levando em consideração a adoção do protocolo de tratamento precoce para a Covid, com resultados positivos e o início do funcionamento do Centro de Atendimento de Enfrentamento da doença, instalado no ginásio Nélio Dias, a Prefeitura Municipal decidiu manter a proposta de abertura gradual das atividades econômicas na cidade, seguindo etapas e sob condicionantes sanitárias conforme estabelecido no decreto Nº 11.988, de 29 de junho de 2020.

A par disso, a Prefeitura mantém a orientação para a necessidade de cooperação da população com o uso obrigatório de máscaras, a higiene constante das mãos e o distanciamento social, evitando aglomerações. Faz ainda um alerta que a efetivação das demais fases do protocolo de retomada da economia dependerá da análise da situação epidemiológica e, para tanto, reforça o apelo para que as pessoas que puderem permaneçam em casa.