Destaques, Natal

Natal é confirmada como sede do “Encontro Econômico Brasil Alemanha” em 2019

O anúncio oficial de Natal como sede da 37ª edição do Encontro Econômico Brasil Alemanha, em outubro de 2019, encerrou as atividades do EEBA nesta terça-feira (26) em Colônia. A solenidade de encerramento contou com a apresentação de um vídeo mostrando as belezas e potencialidades do Rio Grande do Norte e com o convite feito pelo presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo.

O EEBA é organizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e a Federação das Indústrias Alemãs (BDI), com o apoio da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK).

Com edições anuais, o evento acontece alternadamente no Brasil e na Alemanha. Este ano, o evento reuniu cerca de 600 empresários alemães e brasileiros interessados em estreitar relações, fazer intercâmbio de tecnologias, concretizar parcerias e fechar negócios. Palestras, seminários, visitas técnicas e encontros de negócios integraram a programação.

EEBA NATAL 2019

A escolha de Natal para sediar o próximo Encontro Econômico Brasil-Alemanha, em 2019, segundo Amaro Sales, representa a oportunidade de novos negócios, parcerias e cooperação com entidades alemãs e do Nordeste brasileiro. “A escolha foi recebida com o mais apurado entusiasmo para fazer de Natal a capital da amizade entre alemães e brasileiros”, frisa.

Em seu discurso, ele destacou as muitas potencialidades econômicas do Estado e do Nordeste Brasileiro. “O Rio Grande do Norte, em particular, não é o maior do Brasil, mas, seguramente, oferece grandes, diversas e ainda não exploradas chances para investidores internacionais, particularmente, para os alemães que, em Natal, contarão com o apoio de nossas instituições, do Consulado alemão e do rápido acesso às autoridades locais”, afirma o presidente.

Oportunidades

Mineração, turismo, pesca oceânica, fruticultura irrigada, carcinicultura, petróleo e gás, sal marinho e energias renováveis são algumas das oportunidades para investidores no Rio Grande do Norte e também no Nordeste.

Iberdrola energia eólica no rio grande do norte

Com 135 parques eólicos, disse Amaro Sales, o RN é o estado que mais produziu energia usando a força da natureza. “São, aproximadamente, 3.678,85 MW de capacidade instalada”, enfatizou o presidente da FIERN. Em seguida, com 93 parques e 2.410,04 MW de capacidade instalada vem a Bahia. O Estado do Ceará, que conta com 74 parques e tem 1.935,76 MW de capacidade instalada, é o terceiro maior produtor nacional.

Amaro Sales salientou os potenciais de investimento na região Nordeste, que ocupa área equivalente a 18,27% do território brasileiro e concentra 89,5% dos municípios brasileiros localizados na região Semiárida, um fator importante na geração de sol e vento, que propicia a geração das energias renováveis. Além disso, a região tem diversidade na economia e na cultura com produção de sal; polos de tecnologia, metalurgia, química e mineração; petróleo e gás; fruticultura; pecuária; carcinicultura; turismo e produção de alimentos.

“A Alemanha, certamente, terá muitos bons negócios a avaliar indo ao EEBA 2019 em Natal”, disse o presidente, a uma plateia de brasileiros e alemães que participaram da edição 2018.

“Tenho especial convicção de que, com nossa proximidade, bons e visíveis frutos serão colhidos a cada etapa da relação institucional a ser iniciada entre nossos Estados, empresas e instituições”, afirmou o presidente da FIERN.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.