Nadador brasileiro é suspenso seis meses por doping

O nadador brasileiro João Gomes Junior foi suspenso por seis meses após ser pego em exame antidoping no Mundial de Piscina Curta de Doha (QAT), em dezembro de 2014. A decisão foi tomada em julgamento realizado nesta sexta-feira (27/fev), na sede da Federação Internacional de Natação (Fina), em Lausanne (SUI).

Entretanto, a Fina não cancelou as medalhas ganhas pela equipe brasileira no Mundial e o país seguirá no topo da classificação, com sete ouros, uma prata e dois bronzes. João havia participado das eliminatórias em três revezamentos no qual o Brasil obteve a medalha de ouro na decisão: 4×50 m medley, 4x100m medley e 4x50m medley misto. A decisão pela manutenção das medalhas será explicada em breve pela Fina.

A punição ao atleta brasileiro é retroativa, começando no dia 4 de dezembro, quando o exame foi realizado. Ele estará livre para competir a partir do dia 3 de junho.

O painel antidoping da Fina decidiu também que todos os resultados obtidos pelo atleta após o dia 4 de dezembro serão anulados, assim como todas as medalhas ganhas. Qualquer premiação financeira terá de ser devolvida.

Com informações do site UOL Esportes*

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!