Ciência

Mundo terá ‘Google do DNA’ em 10 anos, diz estudo

(ANSA) – Até 2025, ao menos um bilhão de pessoas terão seu próprio genoma sequenciado e os dados estarão em uma espécie de “Google do DNA”, diz um estudo da revista PLoS Biology através de uma pesquisa do Cold Spring Harbor Laboratory de Nova York.

Segundo as informações da publicação, isso será possível pelo crescimento muito mais veloz do recolhimento dos dados das pessoas. Se continuar nesse ritmo, explicando os autores da pesquisa, a quantidade de informações genéticas armazenadas por dia dobrará a cada sete meses. Isso quer dizer que até 2025 se produzirão entre dois e 40 exabytes – cada exabyte equivale ao espaço de mais de um trilhão de megabytes.

Michael Schatz, um dos autores do estudo, faz um paralelo entre o Google e a necessidade de criar espaços de armazenamento. “O Google está fornecendo uma internet muito veloz, com grandes espaços de armazenamento e com algoritmos que otimizam os resultados. Nós temos exatamente a mesma necessidade desse tipo de investimento se quisermos entender as nossas doenças, que tipos de tratamentos devem ser aplicados ou responder as perguntas sobre as nossas origens”, explicou Schatz.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.