Destaques, Saúde

Mitos e verdades sobre tratamentos estéticos a laser

Ouviu dizer por aí que tratamentos estéticos a laser prejudicam a pele ou podem causar uma série de doenças?

Respire fundo porque é nesse post que todos os mitos e verdades sobre isso serão escancarados.

Dessa maneira, você vai conseguir deixar o medo sem fundamento de lado e realmente entender o que há por trás dessas técnicas.

Vamos lá?

7 mitos e verdades sobre tratamentos estéticos a laser

Figura 1 laser treatment

– Estrias vermelhas – Dá para tratar ou não?

As estrias vermelhas são um dos pesadelos de milhares de mulheres e homens ao redor do mundo, sendo inclusive algo comum em clínicas de tratamento.

O que você precisa saber é tanto as estrias vermelhas como as de tons rosados são mais fáceis de tratar a laser porque, geralmente, são mais recentes.

Ou seja, essas estrias mostram que o tecido, mesmo que tenha sido rompido, ainda tem algumas fibras elásticas que podem ser recuperadas.

Por isso, recorrer a um tratamento logo que essas estrias aparecem pode garantir a recuperação e eliminação total das marcas.

Laser de erbium funciona sim

O laser de erbium é uma técnica relativamente recente que vem atraindo olhares, principalmente daqueles que já passaram dos quarenta anos ou tem muitas marcas de envelhecimento.

Em suma, o objetivo desse tratamento é rejuvenescer a pele e funciona através da remoção da camada mais externa da pele, que seriam onde estão as marcas do tempo.

Ao mesmo tempo, ocorre a estimulação da pele para que o tecido seja substituído por uma pele mais nova, lisa e limpa.

Então, sim, uma das verdades dos tratamentos estéticos é que a técnica de laser de erbium para rejuvenescimento da pele funciona mesmo.

Detalhe importante: diferentemente de outras técnicas, o laser de erbium é mais compatível com diferentes tons de pele e pode ser feito em tecidos mais escuros.

– Pele bronzeada e tratamento a laser

Se você tem o hábito de se bronzear e está pensando em investir em algum tratamento a laser, melhor consultar um profissional antes.

Acontece que esses tratamentos estéticos atuam na camada mais externa da pele, como na depilação, e identificam a melanina.

Quando você passa por algum tipo de bronzeamento, a pele acaba rica em melanina e tratamentos a laser podem resultar em queimaduras.

Nesse caso, é essencial esperar pela eliminação do bronzeamento antes de investir em outro tratamento.

Essa questão vale para bronzeamentos artificiais ou não, sendo que é preciso buscar um profissional para avaliar a sua pele.

– Laser de CO2 é um risco para a saúde da pele?

O laser de CO2 é uma das opções de tratamentos estéticos a laser que promete a remoção de rugas e marcas de expressão causadas pelo tempo.

Do mesmo modo, essa técnica é ideal para eliminar cicatrizes, seja no rosto, pescoço, colo ou até nas mãos.

O grande mito por trás dessa técnica é a ideia de que ela pode causar algum dano a pele, o que não é verdade.

Sempre que praticada por um profissional qualificado, com ferramentas e em lugar ideal, o laser de CO2 é capaz e estimular a formação de colágeno.

Com isso, há uma redução rápidas em marcas e cicatrizes e a pele fica mais rejuvenescida.

O laser de CO2 também pode ser uma opção para o tratamento de estrias, principalmente próximo aos seios.

– Depilação a laser no verão

Um dos principais assuntos que cercam a depilação a laser, que é um dos tratamentos estéticos mais realizados, se refere a possibilidade de acabar com manchas na pele quando feito no verão.

Ao contrário do que dizem, a depilação a laser pode ser feita em qualquer mês do ano sem que você precise se procurar com o aparecimento de manchas.

A grande questão aqui, é que muitas pessoas não seguem a recomendação do profissional, o que pode resultar em marcas/manchas.

Por isso, utilizar o protetor solar é de extrema importância, mesmo que você fique em local fechado ou até mesmo no inverno.

Se você fez a depilação nas pernas e vai ficar de calça, o ideal é passar uma vez ao dia ou de manhã e novamente após tirar a calça.

Porém, se você vai para a praia ou vai ficar andando pelas ruas de shorts, passe antes de sair de casa e faça a reaplicação a cada duas horas.

Importante: ficar muito exposto ao sol sem o uso do protetor pode causar manchas sim, principalmente se houver a formação de casquinhas, o que é comum.

– Clínicas de tratamento a laser

Tratamentos como o laser de erbium, laser de CO2 ou até mesmo a depilação, necessitam de cuidados especiais e até uma preparação da pele.

Em outras palavras, ir até uma depiladora comum e solicitar esse tipo de tratamento não é uma opção.

Sempre que realizado por um profissional não qualificado, tratamentos estéticos a laser podem gerar manchas, queimaduras e até quadros mais graves.

Em resumo, a ideia de economizar naquele salão da esquina pode acabar saindo caro.

Caso queira fazer algum tipo de tratamento a laser, procure por clínicas regulamentas e seguras, que possuem profissionais capacitados.

– Tratamentos a laser e tattoos

As tatuagens estão presentes em grande parte da população brasileira, seja em uma região grande ou mesmo um desenho minimalista.

Mas será que quem tem alguma tatuagem pode fazer tratamentos estéticos a laser?

A resposta é: depende.

Alguns tratamentos até podem ser feitos, mas a grande questão é que o laser pode alterar a pigmentação da tatuagem e acabar com um desenho fosco ou sem linhas definidas.

Com isso, a recomendação é nunca fazer tratamentos a laser em cima de tatuagens e optar por outras opções disponíveis no mercado.

Conclusão

Grande parte dos mitos acerca dos tratamentos estéticos a laser surgem devido a locais de risco, profissionais não qualificados ou mesmo uma ideia errada do que significa aquele tratamento.

Então, na dúvida, consulte um médico dermatologista, entenda a sua pele e, depois, siga para o tratamento mais indicado.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.