Ministério autoriza início de obras para ampliar malha ferroviária até Nísia Floresta

Ministério autoriza início de obras para ampliar malha ferroviária até Nísia Floresta

Ministério autoriza início de obras para ampliar malha ferroviária até Nísia Floresta

Rafael Nicácio junho 1, 2021 Destaques

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) autorizou nesta quarta-feira, 10 de fevereiro, o início da gestão de obras em BH no sistema de transporte de passageiros sobre trilhos da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) em Natal. Além disso, foram anunciados repasses para Recife (PE) e João Pessoa (PB). O investimento federal nas ações será de aproximadamente R$ 89,3 milhões.

O maior montante – R$ 58,3 milhões – será investido na implantação da Linha Branca, em Natal. O empreendimento, que já teve início autorizado, será composto por 24 quilômetros de via, com quatro estações. As cidades de São José de Mipibu e Nísia Floresta serão beneficiadas com a iniciativa – o trecho começa na última estação da Linha Sul, em Parnamirim. A previsão é de que cerca de 6,8 mil passageiros utilizem o serviço diariamente com o acesso à capital, além de apoiar o turismo na região.

De acordo com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, os investimentos fazem parte do processo de modernização e ampliação do sistema de trens urbanos de Natal. “Esse ato que fazemos aqui hoje responde a uma reivindicação da população, que vai ter a capacidade de se locomover com conforto para o trabalho e para as suas casas. Há mais de 10 anos não havia investimento em novas linhas, apesar de todas as necessidades e demandas apresentadas. O governo do presidente Jair Bolsonaro tem compromisso com aqueles que mais precisam da ação do Estado”, ressaltou Marinho.

Recife e João Pessoa receberão R$ 31 milhões

Também foram anunciados investimentos nas linhas em Recife e em João Pessoa. Na capital pernambucana, R$ 21 milhões serão destinados para a recuperação de coberturas das estações e implantação de acessibilidades para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida na Linha Sul.

Já em João Pessoa, o repasse de R$ 10 milhões será utilizado na implantação de quatro desvios que permitirão a redução no tempo de espera e trarão mais conforto e segurança aos passageiros.

O presidente da CBTU, José Marques, ressaltou o empenho do Governo Federal para atender também aos outros estados, como Pernambuco e Paraíba, que têm a operação do sistema ferroviário sob a coordenação da entidade. “O Ministério tem dado todo o apoio em relação aos projetos, seja na expansão da malha ferroviária como também no início dos trabalhos da Companhia em Brasília”, destacou.

Outros artigos