A paralisação do serviço policial no Rio Grande do Norte, que aconteceria na próxima terça-feira (11), foi suspensa. A decisão foi tomada após os militares estaduais, por maioria dos votos, suspenderem temporariamente o acampamento que acontecia em frente à Governadoria desde o dia 29 de março. As medidas são fruto da Assembleia Geral Unificada de Praças e Oficiais, policiais militares e bombeiros militares, ocorrida na tarde desta segunda-feira (10), no Clube Tiradentes, sede da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN).

De acordo com Eliabe Marques, presidente da ASSPMBMRN, a iniciativa é um “voto de confiança no Governo do Estado, que atuou nos últimos dias a fim de atender as reivindicações”. Nessa última semana o Governo retirou os militares estaduais da proposta de Reforma da Previdência Estadual. Foi enviado à Assembleia Legislativa do RN um substitutivo da Mensagem 118/2017 suprimindo os policiais e bombeiros das novas regras – que aumenta a alíquota de contribuição previdenciária e delimita o pagamento da pensão de acordo com a idade do cônjuge ou familiar.

Também foi realizado o pagamento dos promovidos em agosto de 2016, e sancionada as promoções de dezembro de 2016. “No entanto, falta ainda o envio da Lei de Organização Básica para a Assembleia Legislativa, para que a nossa pauta de reivindicações seja minimamente atendida. Estamos no aguardo desse encaminhamento e, caso a posição do Governo seja negativa, a categoria se reunirá novamente”, afirma o subtenente Eliabe Marques.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.