O Brasil está entre os países mais ricos em irradiação do sol e, por isso, é um potencial produtor de energia solar – considerada limpa e ecologicamente sustentável. A boa notícia, no que se refere ao mercado de energias limpas, é que o investimento em energia solar tem se tornado cada vez mais acessível, graças à evolução das soluções tecnológicas utilizadas e à relação custo/benefício.

Não é à toa que em 2018, a adesão aos geradores domésticos – placas solares instaladas nos telhados de imóveis residenciais que convertem a luz solar em energia elétrica – subiu surpreendentes 350% no Brasil. Nos últimos dois anos o país deu um salto de sete mil para 49 mil unidades. Para o final de 2019, a previsão é de um aumento de 44% da geração de energia solar.

Um dos principais atrativos para investir na energia solar é a economia: após o período de recuperação de investimento – de cerca de três anos – a energia derivada dos painéis solares se torna praticamente gratuita.

O Rio Grande do Norte é o 8º estado em geração distribuída solar fotovoltaica. Com foco neste mercado, a Ilumisol Energia Solar chega a Natal a partir da próxima sexta-feira (08). A empresa, que tem sede em Cascavel no Paraná, está em fase de ampliação: já está presente em 23 estados distribuídos em todas as regiões. A franquia em Natal será operada pelos sócios Rafael Barros e Maurício Alcoforado.

Em terras potiguares, a Ilumisol pretende, de imediato, atender à capital e região metropolitana, como explica Rafael Barros. “Estamos presentes em João Pessoa há quase um ano e meio e estamos chegando ao Rio Grande do Norte gerando cerca de 60 empregos diretos e indiretos e, vamos muito em breve, ampliar nossa área de atuação para todo o estado”.

O mercado da energia fotovoltaica, como Rafael esclarece, é democrático: atende a todos os consumidores, sejam residencial, comercial ou industrial. “Além da vantagem da economia financeira, é uma energia ecologicamente sustentável: seu impacto ambiental é muito inferior em relação à outras fontes como os combustíveis fósseis e as hidrelétricas. A energia solar pode ser também um importante instrumento na redução de emissões de gases de efeito estufa”.

Outra vantagem é que as empresas como a Ilumisol entregam ao cliente todo o serviço: desde o financiamento, até os equipamentos, instalação e manutenção, que se limita à limpeza das placas solares.

De acordo com dados da EPE (Empresa de Pesquisa Energética), a geração de energia solar em telhados responde a apenas 1% da geração elétrica anual do país. Em 2040, quase metade (48%) da energia usada no país deve vir de fontes limpas e renováveis. Ou seja: ainda há muito mercado a conquistar.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.