Mundo

Menores de idade se prostituem em troca de água no Haiti

Meninas haitianas menores de dez anos foram forçadas a oferecer seu corpo para adquirir um pouco de água potável em campos de refugiados, segundo o portal Actualidad RT. Essas meninas são órfãs e sobreviventes do terremoto que atingiu o Haiti em 12 de janeiro de 2010 e custou a vida de mais de 200 mil pessoas e deixou mais de 700 mil refugiados.

Foto: Divulgação/RT
Foto: Divulgação/RT

O Haiti sofre também de outros males sociais, como exemplo, as mulheres que constantemente são estupradas, sendo mais de 90% dos casos, cometidos contra menores. Além disso, teve um aumento na taxa de dependência de drogas, desemprego e violência do país, como informa o jornal El Espectador .
Uma das residentes de um campo de refugiados perto da cidade de Champ Mars, afirmou que sua irmã, de nove anos e sua filha, de seis, foram assediadas para que em troca, recebessem um copo de água. “Nada é intocável”, disse, afirmando que “as violações acontecem a cada segundo”.

Em 2011, a Organização Internacional para as Migrações (OIM) revelou que as mulheres jovens e meninas são as que mais sofrem violência sexual. A cada 60 vítimas assistidas pela OIM no Haiti, em 2010, 97% eram mulheres e meninas e os restantes 3% de homens. Desde então a violência vem aumentando no país latino-americano, onde, infelizmente, os incidentes não são relatados para polícia devido à falta de acesso à justiça para as vítimas ou ameaças e até intimidações por parte dos agressores.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.