Destaques, RN

Médicos de Natal e do Estado podem paralisar atendimentos a partir do dia 27

Concorrência-concurso-da-Saúde-de-Natal-2018

Durante assembleia realizada na última terça-feira (13), no Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (SinmedRN), a categoria ligada à Secretaria Municipal de Saúde de Natal questionou a não implementação do Plano de Cargos até o momento e, os médicos da Secretaria Estadual de Saúde, cobraram o pagamento do 13º salário de 2017 e o pagamento dos vencimentos em dia.

Natal

Até o momento, a prefeitura do Natal não confirmou a implementação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) – sancionado em 2016 – para os médicos da capital, mesmo após o comprometimento do prefeito Álvaro Dias com a categoria durante reunião no sindicato, realizada no mês de setembro deste ano.

Foram encaminhados ofícios solicitando audiência com o prefeito e com o secretário de saúde para exigir um posicionamento quanto ao assunto.

A categoria deve aguardar até o dia 27 de novembro, quando realizam nova assembleia, para ter a confirmação da implementação no contra cheque. Caso não se confirme a implementação do Plano, existe a possibilidade de greve da categoria que será votada durante assembleia.

Estado

Os médicos lotados na Secretaria Estadual de Saúde reivindicam os pagamentos do 13° salário de 2017 e 2018, além dos pagamentos dos proventos que também estão em atraso.

O Estado alega aguardar decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte sobre a antecipação de royalties para regularizar o pagamento do funcionalismo.

No próximo dia 27 de novembro todas as categorias de servidores do Estado realizam manifestação conjunta na Governadoria e a noite cada sindicato se reúne com sua base para decidir sobre uma paralisação geral.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.