Médicos de Natal e do Estado podem paralisar atendimentos a partir do dia 27

novembro 16, 2018 0 Por Rafael Nicácio
Médicos de Natal e do Estado podem paralisar atendimentos a partir do dia 27

Durante assembleia realizada na última terça-feira (13), no Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (SinmedRN), a categoria ligada à Secretaria Municipal de Saúde de Natal questionou a não implementação do Plano de Cargos até o momento e, os médicos da Secretaria Estadual de Saúde, cobraram o pagamento do 13º salário de 2017 e o pagamento dos vencimentos em dia.

Natal

Até o momento, a prefeitura do Natal não confirmou a implementação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) – sancionado em 2016 – para os médicos da capital, mesmo após o comprometimento do prefeito Álvaro Dias com a categoria durante reunião no sindicato, realizada no mês de setembro deste ano.

Foram encaminhados ofícios solicitando audiência com o prefeito e com o secretário de saúde para exigir um posicionamento quanto ao assunto.

A categoria deve aguardar até o dia 27 de novembro, quando realizam nova assembleia, para ter a confirmação da implementação no contra cheque. Caso não se confirme a implementação do Plano, existe a possibilidade de greve da categoria que será votada durante assembleia.

Estado

Os médicos lotados na Secretaria Estadual de Saúde reivindicam os pagamentos do 13° salário de 2017 e 2018, além dos pagamentos dos proventos que também estão em atraso.

O Estado alega aguardar decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte sobre a antecipação de royalties para regularizar o pagamento do funcionalismo.

No próximo dia 27 de novembro todas as categorias de servidores do Estado realizam manifestação conjunta na Governadoria e a noite cada sindicato se reúne com sua base para decidir sobre uma paralisação geral.