DestaquesPolítica

Médico libera Bolsonaro para debates: ‘Depende dele’

(ANSA) – O médico cirurgião Antonio Luiz Macedo disse nesta quinta-feira (18) que a presença de Jair Bolsonaro em debates na televisão depende do próprio candidato.

A declaração foi dada ao jornal “Folha de S. Paulo“, após o médico ter examinado o deputado federal do PSL no Rio de Janeiro. Macedo acompanha a evolução de Bolsonaro desde que o candidato foi esfaqueado e o visitou em sua residência na capital fluminense.

“Depende dele por causa da colostomia”, disse o médico. Pouco depois, Macedo divulgou uma nota afirmando que o presidenciável “apresenta boa evolução clínica” e que “a avaliação nutricional evidenciou melhora da composição corpórea, mas ainda exigindo suporte nutricional e fisioterapia”.

Bolsonaro já abriu mão de participar de quatro debates no segundo turno (Band, Gazeta, RedeTV e SBT), porém ainda teria mais dois: na Record, em 21 de outubro, e na Globo, no dia 26. Seu adversário, Fernando Haddad (PT), já disse que aceitaria debater até em uma “enfermaria”, enquanto o deputado ironiza o ex-prefeito dizendo que o verdadeiro candidato petista é Lula.

Além disso, Bolsonaro já admitiu que pode faltar aos próximos debates por razões “estratégicas”.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Rafael Nicácio

Co-fundador dos canais Portal N10, Jerimum Geek e do Tudo em Dicas. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do Rio Grande do Norte) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN). E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.