Destaques, Saúde

Medicamento aprovado pela Anvisa promete tratar câncer de bexiga

Arquivo/Agência Brasil

Uma ótima notícia para pacientes que estão na luta contra o câncer de bexiga. É que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou um novo medicamento para tratamento da doença para as pessoas que estão sofrendo com a enfermidade no estágio já em avanço, e que procedimentos como a quimioterapia à base de platina, não dão resultados.

O remédio é o Keytruda, nome comercial do pembrolizumabe do laboratório norte-americano MDS e já foi autorizado para venda. A informação foi noticiada nesta segunda-feira (20), pelo Diário Oficial da União.

Para chegar ao resultado de que o remédio realmente funciona em pacientes com câncer de bexiga, estudos foram realizados com 542 pacientes submetidos ao tratamento com pembrolizumabe ou quimioterapia, durante aproximadamente 23 meses. Foi o chamado estudo fase III, Keynote-045. A conclusão foi de que o remédio apresentado tem uma eficácia de 30% a mais que procedimentos como a quimioterapia, além de diminuir os efeitos colaterais para quem precisar ingerir o medicamento.

O câncer de bexiga

Na maioria dos casos da doença, o  maior público atingido por ela é o homem, com idade próxima dos 65 anos e com o hábito de fumar. O câncer de bexiga é uma doença silenciosa, que na fase inicial evolui sem apresentar sinais e sintomas. Mas, com o passar do tempo e com a progressão do carcinoma, podem surgir sintomas, alguns deles são:

1 Sangue na urina

2 Urinar com frequência maior que a habitual.

3 Sensação de dor ou queimação ao urinar (Disúria).

4 Urgência em urinar, mesmo quando a bexiga não esteja cheia.

5 impossibilidade da pessoa urinar.

6 Dor lombar.

7 Perda de apetite e perda de peso.

8 Inchaço nos pés.

9 Dor óssea.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.