Maternidade Leide Morais
Maternidade Leide Morais (Foto: Alex Régis)

O ano de 2017 foi de intenso trabalho nos serviços de saúde ofertados pela Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) para a população e, em relação a assistência materno-infantil não foi diferente.

Durante os 12 meses, foram 5.213 partos realizados, sendo 3.116 normal e 2.907 cesárea. A unidade com maior registro de nascimento foi a Maternidade Leide Morais, localizada na zona Norte da capital potiguar, com 2.740, seguida pela Araken Pinto, na zona Leste, com 2.079 e a de Felipe Camarão, na zona Oeste, com 394 (dados de abril até dezembro).

Em 2017, inclusive, Natal foi homenageada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte pelos avanços conquistados durante o encerramento do Projeto Nascer com Dignidade, de autoria do próprio MPRN e que esteve em atividade de 2011 até 2017.

Na ocasião, o MPRN destacou os avanços de Natal na área, como a reabertura da Leide Morais e a inauguração da Maternidade Araken Irerê Pinto, na zona Leste, que aumentou a quantidade de leitos na região de 27 (na antiga Maternidade das Quintas) para 37, além do trabalho feito na Maternidade Felipe Camarão, que é referência no parto humanizado.

Durante o período do pré-natal, as gestantes visitam a maternidade na qual serão vinculadas – a que fica mais próxima de suas residências – para conhecer a estrutura e os serviços prestados. Elas também buscam esclarecer dúvidas, recebem orientações sobre seus direitos e informações sobre os procedimentos que grávidas e acompanhantes precisam ter e conhecem a importância do parto humanizado.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.