Mãos ao alto: reajuste na bandeira vermelha pode elevar conta de luz em até 43%

outubro 24, 2017 0 Por Aline Rodrigues
Mãos ao alto: reajuste na bandeira vermelha pode elevar conta de luz em até 43%

Foi aprovada nesta terça-feira (24) a proposta de mais um aumento na conta de luz. A bandeira tarifária vermelha patamar 2 será reajustada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em quase 43% sobre o atual valor. De acordo com a agência, essa correção se dá sempre que há necessidade da maior utilização das termelétricas, onde é gerada energia elétrica.

Se o reajuste for realmente aprovado, sob consulta pública, o valor que atualmente é de R$ 3,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh), passará a ser cobrado no valor de R$ 5,00 já a partir de novembro.

Para amenizar a situação, a Agência sugeriu que a bandeira tarifária amarela fique 50% mais barata, passando de R$ 2 para R$ 1 de cobrança extra a cada 100 kWh. A bandeira amarela é a primeira da escala de cobrança adicional na conta de luz.

De acordo com Aneel, esses valores precisam de ajustes, pois é necessário para custear a compra de energia elétrica, além da baixa vazão das usinas hidrelétricas, já que as chuvas em setembro ficaram abaixo da média.

A primeira vez que o patamar 2 foi acionado, foi no começo desse mês, desde que a bandeira vermelha passou a contar com as duas graduações, em janeiro de 2016. A bandeira amarela foi acionada em setembro, com aplicação de uma taxa extra de R$ 2 para cada 100 kWh de energia consumidos.

Nesta próxima sexta-feira (27), a agência divulgará a bandeira tarifária que estará em vigor em novembro.