Mais de 46 mil candidatos do RN faltaram ao 2º dia de provas do Enem

Mais de 113 mil inscritos fizeram provas no segundo dia do Enem 2017

Pouco mais de 46 mil candidatos faltaram, neste domingo (12), na segunda prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2017), no Rio Grande do Norte. Em todo país, estiveram ausentes pouco mais 2,15 milhões de pessoas.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), um total de 113.236 pessoas fizeram as provas – em 40 cidades potiguares, relativas à Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. No primeiro dia de prova, 44.019 candidatos faltaram, o que corresponde a 27,60% do total de inscritos em todo o estado. E mais: 13% sequer consultaram o cartão de inscrição.

As provas começaram às 13h30 (horário de Brasília, 12h30 no horário local) e os participantes tiveram 4 horas de 30 minutos para resolvê-las. Neste domingo, as áreas de conhecimento avaliadas foram Matemática e suas tecnologias, e Ciências da Natureza e suas tecnologias.

Segurança A parceria do Ministério da Educação (MEC), o Inep e a Polícia Federal teve, mais uma vez, êxito no monitoramento de quadrilhas dedicadas a fraudar concurso público e processo seletivo. A PF em Pernambuco deflagrou a Operação Passe Fácil com objetivo de coibir fraudes no Enem. Foram 62 mandados, 31 de busca e apreensão e 31 de conduções coercitivas em 13 estados da federação – Pernambuco, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte e São Paulo – além do Distrito Federal.

A operação buscou desvendar e desarticular esquema de candidatos interessados em fraudar o processo a partir da resolução da prova por especialistas em determinadas áreas de conhecimento, chamados de pilotos, que posteriormente repassavam os gabaritos aos candidatos que os contrataram. Os resultados ainda estão sendo computados, mas segundo a Polícia Federal já foi possível colher depoimentos e apreender celulares dos investigados. Foi confirmada a participação de inscritos em fraudes em certames anteriores.

enem portal n10
Foto: Agência Brasil

Para reforçar e diversificar as estratégias de segurança, o Enem 2017 estreou a prova personalizada e o uso de detectores de ponto eletrônico, e teve a maior cobertura de detectores de metal desde que o recurso começou a ser usado: 100 participantes por detector. A coleta de dado biométrico completa o esquema. Desde 2016, o MEC, o Inep e a PF atuam juntos, em um trabalho de inteligência a partir dos dados do Inep, enfraquecendo a atuação de criminosos e garantindo a isonomia entre os participantes.

Novidades O Enem 2017 é o primeiro a ser aplicado em dois domingos consecutivos, como escolhido pela maioria dos que responderam à Consulta Pública promovida em janeiro. A mudança na ordem das áreas de conhecimento, as regras para isenção e justificativa de ausência, a solicitação de tempo adicional na inscrição, a declaração de comparecimento impressa pelo participante, as provas personalizadas e o detector de ponto eletrônico são outras novidades.

O Exame deste ano também marca o fim do Atendimento Específico para Sabatistas, da Certificação do Ensino Médio e da divulgação do “Enem por Escola”. Também são novos o Atendimento Específico para Outra Condição Especial e a Vídeoprova Traduzida em Libras.

Para mais notícias do Rio Grande do Norte, clique aqui!

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!