Mais de 340 mil idosos devem ser vacinados nos 167 municípios do RN

abril 11, 2020 0 Por Rafael Nicácio
Mais de 340 mil idosos devem ser vacinados nos 167 municípios do RN

Na primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe no Rio Grande do Norte, que vai até o dia 15 de abril, o objetivo é vacinar os mais de 348 mil idosos, com 60 anos ou mais, além de quase 80 mil trabalhadores da saúde, nos 167 municípios do estado.

As vacinas são aplicadas em mais de 700 salas espalhadas em todo o estado e devem imunizar mais de 1 milhão de pessoas, como explica a responsável técnica do Programa de Imunização do Rio Grande do Norte, Katiúcia Roseli.

“No estado do Rio Grande do Norte, vamos vacinar o público-alvo, que totaliza 1 milhão e 108 mil pessoas. Temos uma meta de vacina pelo menos 90% dos grupos prioritários e neste ano o Ministério [da Saúde] adotou a estratégia de dividir os grupos prioritários por fase. Vamos vacinar a população em três fases, com o objetivo de reduzir as aglomerações nos pontos de vacinação.”

Influenza, ou gripe, é uma infecção aguda do sistema respiratório com alto potencial de transmissão, segundo o Ministério da Saúde. Os principais sintomas da infecção são febre, dor no corpo, dor de cabeça e tosse seca.

Mais de 340 mil idosos devem ser vacinados nos 167 municípios do RN

Em algumas situações, o vírus Influenza se apresenta apenas com sintomas leves, semelhantes aos de um resfriado. No entanto, a gripe pode evoluir para sérios problemas respiratórios, como a pneumonia.

Segundo a coordenadora do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, Franciele Fontana, a vacinação contra Influenza não imuniza as pessoas contra o coronavírus, mas auxilia todo o sistema de triagem da Covid-19 e desafoga os serviços de saúde.

“Neste ano o Ministério da Saúde tomou a decisão de realizar essa campanha com um mês de antecedência. Essa campanha ocorria no mês de abril e foi antecipada pelo momento de combate ao coronavírus no mundo todo. Vale destacar que a vacina não protege contra a Covid-19 e sim contra o Influenza, mas pode auxiliar nos diagnósticos para Influenza e, com isso, tentar identificar rapidamente o coronavírus. Adiantando essa campanha a gente pretende proteger a população contra Influenza e, também, minimizar o impacto sobre os serviços de saúde”.

O Ministério da Saúde alerta que, para evitar o contágio da gripe e outras infecções, além de tomar a vacina, a população deve seguir medidas simples como higienizar as mãos e manter hábitos saudáveis. Em todas as etapas da vacinação, mais de 1 milhão e 200 mil potiguares devem ser imunizados contra o Influenza.

Em caso de fila, as pessoas devem manter distância de 2 metros umas das outras.

Com informações da Agência do Rádio*