Destaques, Natal

Mãe “fantasia” o filho de escravo para halloween e gera polêmica em Natal

'Fantasia' de escravo de menino de 9 anos causou repercussão na internet — Foto: Reprodução

Uma mãe fantasiou o próprio filho de escravo para a festa de Halloween do Centro de Educação Integrada LTDA (CEI) – uma escola particular da Zona Sul de Natal, e publicou nas redes sociais. A postagem dessas imagens causou muita revolta na internet. Como muita gente sabe, no “dia das bruxas” são usadas fantasias de monstros. O que não é o caso dos escravos.

A postagem, composta por uma série de fotos, mostra a criança fantasiada em detalhes como um escravo, com correntes e marcas de agressões. O garoto, por ser branco, foi pintado para poder ficar negro. E com maquiagem, nos pés e nas costas, foram feitas marcas de açoites já cicatrizadas, e o cobriu com roupas brancas e correntes. “Quando seu filho absorve o personagem! Vamos abrasileirar esse negócio! #Escravo”, escreveu ela no Instagram.

Mãe 'fantasia' filho de escravo para festa de Halloween em escola de Natal

Os primeiros comentários, de amigos da mulher na rede social, estavam elogiando a “criatividade” e o “realismo” da suposta fantasia. Mas isso durou pouco e a publicação acabou sendo tomada por comentários de pessoas revoltadas com a imagem. Em pouco tempo, a publicação alcançou mais de 150 comentários. Desses, quase todos apontando o caso como de racismo.

Após a repercussão negativa, a mulher fez uma nova publicação (só que no Twitter) e que também acabou gerando repercussão negativa.

sabrina flor

Posicionamento da escola

A escola onde aconteceu a festa de Halloween emitiu uma nota e afirmou que a instituição não compactua com expressões de racismo ou preconceito.

“Lamentavelmente, a escolha do traje para a participação do Halloween, feita pela família do aluno, tocou numa ferida histórica do nosso país. Amargamos as sequelas desse triste período até os dias de hoje. Não incentivamos nem compactuamos com qualquer tipo de expressão de racismo ou preconceito, tendo os princípios da inclusão e convivência com a diversidade como norte da nossa prática pedagógica”, diz a nota do CEI.

Repercussão

O caso ganhou grande repercussão nas redes sociais. Até mesmo artistas como o cantor Marcelo D2 compartilharam as imagens e dando sua opinião: “Quando vc pensa q já viu de tudo na vida (sic)”.

Após a ampla repercussão que chegou a ser de nível nacional, a mulher excluiu sua conta na rede social Instagram.

You Might Also Like

One comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.