luis_manuel_diaz
Luis Manuel Díaz foi morto em comício (Foto: Reprodução / Twitter)

(ANSA) – O opositor venezuelano Luis Manuel Díaz foi morto na noite da última quarta-feira, dia 25, durante um comício na região de Guárico. Ele foi baleado por um grupo supostamente ligado ao governista Partido Socialista Unido da Venezuela (Psuv).

A Missão da União das Nações Sul-americanas (Unsul) que acompanha as eleições legislativas, que estão programadas para o dia 6, pediu às autoridades de Caracas uma “exaustiva” investigação sobre o assassinato. Em nota, a organização ainda pediu “veementemente a todos os setores políticos para contribuir com um clima de paz e harmonia durante a campanha eleitoral”.

Díaz participava do ato ao lado de Lilian Tintori, esposa do líder opositor Leopoldo López, condenado a mais de 13 anos de prisão por incitação a violência durante uma onda de manifestações contra o governo que teve início em fevereiro de 2014. De acordo com a também opositora María Corina Machado, não se trata de um episódio isolado, mas de um regime criminoso disposto a tudo para se manter no poder.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.