Economia

Lojas de material de construção têm queda de 11% nas vendas

construção civil
Foto: Dênio Simões/ Agência Brasília

De janeiro a abril deste ano, as vendas no varejo de material de construção caíram 11% em comparação a igual período de 2015. Abril sobre março acusou recuo de 7%. Já abril em relação a abril do ano passado, a redução é de 2%.

O resultado é de pesquisa – feita entre 26 e 30 de abril último com 530 lojistas de todo o país – pelo Instituto de Pesquisas da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco).

No desempenho de abril sobre março último, a região Centro-Oeste foi a única a apresentar alta: 2%. No Nordeste, ocorreu retração de 5%, no Norte (-7%); no Sudeste (-9%) e no Sul (-10%).

Números negativos

Entre os itens com as maiores quedas estão as telhas de fibrocimento (-7%) ; louças sanitárias (-6%), tintas (-5%) e revestimentos cerâmicos (-5%). No período, permaneceram estáveis as vendas de fechaduras, ferragens e metais sanitários.

Por meio de nota, o presidente da Anamaco, Cláudio Conz, afirmou hoje (3) que, além de abril ser, tradicionalmente, ruim para as vendas neste setor, a estiagem atípica ajudou a atrapalhar os negócios. “As chuvas atrapalham quando estão acontecendo, obrigando o consumidor a adiar as obras, mas a falta delas também prejudica o nosso setor, pois acaba gerando menos manutenção ou estragos e menos demanda por obras”, afirmou.

Quanto à sondagem sobre as expectativas de vendas para maio, a Anamaco informou que 44% dos lojistas acreditam em estabilidade; 43% apostam em aumento e 13% temem novo recuo. A pesquisa indica, ainda, melhora no índice de confiança no governo federal, que passou de 21% para 34%, resultando na intenção de aumentar as contratações de trabalhadores. Cerca de 33% dos pesquisados disseram que vão planejar novos investimentos nos próximos 12 meses.

Agência Brasil

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.