Laboratório da UFRN registra mais de 50 tremores em João Câmara

Laboratório da UFRN registra mais de 50 tremores em João Câmara

julho 6, 2018 0 Por Rafael Nicácio

O Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Labsis/UFRN) registrou na madrugada desta sexta-feira (6) uma intensa atividade sísmica — 51 tremores de terra ao todo — no município de João Câmara, localizado na região do Mato Grande a 84 quilômetros de Natal.

Os abalos também foram percebidos por moradores de municípios vizinhos como Pureza, Poço Branco e Bento Fernandes. De acordo com o  Labsis/UFRN, os dois maiores abalos ocorreram às 00:36 (hora local) e teve magnitude preliminar calculada em 2.8 na Escala Richter; o segundo evento ocorreu às 02:06, e teve magnitude preliminar de 2.6 na Escala Richter.

Falha geológica

O município de João Câmara é atravessado pela Falha da Samambaia, a maior falha geológica do Brasil. Ela tem 38 km de comprimento e cerca de 4 km de largura, passando também pelas cidades potiguares de Poço Branco, Pureza e Bento Fernandes.

A cidade foi onde ocorreu o terremoto mais conhecido do Rio Grande do Norte, em agosto de 1986. O sismo de maior magnitude em uma série de eventos alcançou 4.3 na Escala Richter e foi sentido até em Natal. Desde então, pesquisadores da UFRN e de outros institutos mantêm monitoramento permanente naquela região.