Destaques, RN

Laboratório da UFRN registra cinco tremores de terra em João Câmara

O Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis/UFRN) registrou no último domingo (15), entre 10h e 13h (horário local), uma sequência de cinco tremores no município de João Câmara – distante pouco mais de 80km de Natal. O maior evento ocorreu às 11h14 e teve sua magnitude preliminar estimada em 1.5 na Escala Richter (que vai até 10 e é utilizada para quantificar a magnitude de um sismo).

Esse evento foi registrado por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN, sendo uma delas a estação localizada no município de Riachuelo (simbolizado pelo triângulo vermelho na imagem acima).

O epicentro do evento foi localizado na área acima de Riacho Seco, no município de Pureza, onde, em março de 1989, ocorreu o segundo maior tremor em magnitude (5.0) da sequência de sismos entre 1986 e 1993 na região de João Câmara. Essa atividade sísmica foi a que causou maior impacto social devido a terremotos no Brasil, provocando extensos danos em edificações, pânico e fuga da população.

“Como sempre dizemos nesse tipo de situação (ocorrência de sismos), é impossível saber como a atividade sísmica relacionada à Falha de Samambaia vai evoluir. No entanto, o LabSis/UFRN vem mantendo um monitoramento permanente dessa atividade visando obter dados que permitam informar a sociedade sobre o que realmente está ocorrendo na região e que servem para orientar futuras ações da Defesa Civil”, diz em nota o laboratório.

O LabSis segue monitorando a atividade sísmica da região Nordeste em tempo real.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.