Justiça libera Uber em Natal e proíbe multas
Foto: Ilustração

Justiça libera Uber em Natal e proíbe multas

outubro 22, 2016 0 Por Rafael Nicácio

A juíza Ana Cláudia Secundo da Luz e Lemos, auxiliar na 5ª Vara da Fazenda Pública de Natal, decidiu liberar o funcionamento do serviço individual de passageiros (Uber) em Natal. A decisão foi tomada na tarde desta sexta-feira (21). O prazo para o cumprimento, em caráter de urgência, é de cinco dias.

Para o caso de descumprimento, foi fixada multa diária no valor de R$ 50 mil ao Município do Natal, e possível responsabilização penal e administrativa (improbidade) para as pessoas físicas (gestores, autoridades e servidores públicos), que por ação ou omissão, dolo ou culpa, deixarem de cumprir a medida judicial ou que impeçam seu cumprimento de forma imediata.

Na decisão, a magistrada determina que o Município do Natal, assim como a todos os órgãos, departamentos e agentes a eles subordinados se abstenham de praticar quaisquer atos ou medidas repressivas que restrinjam ou impossibilitem o livre exercício da atividade empresarial de transporte individual privado de passageiros.

Assim, a Prefeitura está impedida de aplicar multas e reter veículos do Uber. Dentre a atividade de transporte de passageiros está a plataforma “Uber”. Desta forma, estão impedidos atos praticados contra motoristas usuários do aplicativo “Uber” pelo simples exercício de sua atividade econômica de transporte individual privado, e aqueles que obstem o funcionamento e a utilização do aplicativo “Uber” por motoristas profissionais.

A juíza também determinou a suspensão imediata todas as multas e pontos computados contra os motoristas prestadores de transporte individual privado de passageiros por meio de aplicativos, em virtude da fiscalização efetuada.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!