Destaques, Natal

Justiça determina que 40% dos ônibus circulem em Natal nesta sexta-feira (14)

ônibus intermunicipal rn linha nova tarifa

Após tomar conhecimento de que o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro) havia anunciado que a categoria iria aderir à greve geral, prevista para acontecer nesta sexta-feira, dia 14 de junho, contra a reforma da previdência, a Justiça potiguar determinou que 40% da frota de ônibus de Natal circulasse durante a paralisação.

Também em virtude da manifestação, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que a pista principal da BR-101, no sentido Natal/Parnamirim, será interditada das 17h às 20h, no trecho entre o Complexo do IV Centenário e a Árvore de Mirassol.

A decisão, assinada pela desembargadora Maria do Perpétuo Socorro Wanderley de Castro, do TRT-RN, aponta que “deve ser assegurada a prestação, durante o movimento paredista, dos serviços indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, nos quais se inclui o transporte coletivo”. Caso a medida não seja atendida, existe uma multa estipulada em R$ 30 mil ao Sindicato.

A desembargadora reforça ainda que caso a paralisação atingisse à “totalidade dos trabalhadores que operam o transporte público urbano”, isso implicaria em “severos prejuízos à população, na sua rotina e até mesmo para circunstâncias ou eventos de gravidade pessoal”.

Maria do Perpétuo Socorro também reforça que “é assegurado, na Constituição Federal, aos trabalhadores o direito ao exercício do direito de greve”, mas que a decisão de manter 40% da frota acontece “a fim de que a população não deixe de ser atendida”.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.