Juiz rejeita ação de Trump contra apuração na Geórgia
Jonathan Ernst/Reuters

Juiz rejeita ação de Trump contra apuração na Geórgia

novembro 5, 2020 0 Por Rafael Nicácio

(ANSA) Um juiz da Geórgia rejeitou nesta quinta-feira (5) o processo aberto pela campanha do presidente Donald Trump para interromper a contagem de votos no estado para a eleição à Casa Branca.

Em seu recurso, o candidato republicano pediu o cumprimento das leis sobre o voto pelo correio, ao levantar suspeitas sobre 53 cédulas que não fariam parte de um lote original.

A ação, no entanto, foi indeferida pelo juiz do Tribunal Superior do Condado de Chatham, James Bass, que não deu uma explicação para sua medida, em uma audiência de aproximadamente uma hora.

Até agora, Trump lidera no estado e tem cerca de 14 mil votos à frente de Biden, ou seja, 49,53% contra 49,24% do democrata.

A campanha de Trump lançou um ataque judicial em vários Estados-chave do pleito em meio a uma disputa acirrada com o rival democrata Joe Biden.

Para vencer a eleição, Biden precisa conquistar apenas mais seis votos no colégio eleitoral para atingir o mínimo de 270, enquanto Trump acumula até o momento 214.

De acordo com projeções da imprensa americana, o democrata lidera em Nevada (seis votos) e vem reduzindo a vantagem de Trump em Geórgia (16) e Pensilvânia (20), que paralisou a contagem.

Em Nevada, por sua vez, Biden está à frente com cerca de 12 mil votos de vantagem, segundo a CNN.