Mundo

Jovem mata e esquarteja namorada e diz que se baseou em seriado de TV

Um jovem de 17 anos de idade foi preso e condenado a 25 anos de prisão após ter matado e esquartejado sua namorada. Ele guardou as partes do corpo da vítima em diferentes sacos de lixo, na cidade de Oxted, na Inglaterra. As informações são do Daily Mail.

Jovem que esquartejou namorada é condenado a 25 anos de prisão

De acordo com a publicação, o jovem Steven Miles cometeu o crime quando ainda tinha 16 anos de idade e revelou que fez a ação baseado no seriado de TV Dexter, o qual ele se declara fã. A vítima se chamava Elizabeth Thomas e tinha 17 anos de idade. Ela namorava Miles há poucos meses.

Steven Miles e Elizabeth Thomas. Foto: Reprodução/Daily Mail
Steven Miles e Elizabeth Thomas. Foto: Reprodução/Daily Mail

Miles esfaqueou a jovem pelas costas, desmembrou o corpo, envolveu os membros em uma película aderente e guardou as partes em sacos de lixo. De acordo com o criminoso – que sofre de autismo – um alter ego chamado Ed teria o instuído a matar alguém. Para cortar as partes do corpo, Miles usou serra e ferramentas de seu pai, que trabalha como lenhador.

Apesar do crime ser considerado premeditado, o acusado não foi condenado à prisão perpétua devido a sua idade. Psiquiatras analisaram Miles e chegaram à conclusão de que ele não sofre de esquizofrenia.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.