Mundo

Jordânia promete “exterminar completamente o Estado islâmico”

Estado-Islâmico
Foto: Reprodução

O ministro do Interior da Jordânia, Hussein al-Majali, apelou para a destruição completa do Estado Islâmico, enquanto está investigando a suposta morte da enfermeira americana sequestrados por terroristas que morreu depois de ataques aéreos a um depósito de munições no norte da Síria, feito por um avião da Jordânia.

Jordânia lança 56 ataques aéreos contra o Estado Islâmico

Hussein al-Majali, disse um jornal do governo que “onde quer que estejam” os militantes do Estado Islâmico, a Jordânia irá “caçar e matar”. “Os ataques da semana foi só o início de uma campanha para eliminar e exterminar os terroristas completamente”, de acordo com The Independent. A Jordânia lançou esta semana a missão Operação mártir Muad, intensificando bombardeio contra os jihadistas após o Estado Islâmico publicar o vídeo da execução brutal de Muad, piloto jordaniano que em janeiro passado foi queimado vivo.

Além disso, o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional dos EUA, Bernadette Meehan, informou que a Casa Branca também está investigando a suposta morte de seus cidadãos e para o momento não consiguiu encontrar nenhuma evidência para acreditar nas acusações dos jihadistas.

Com informações do Actualidad RT.

 

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.